GNR Bragança constituiu arguidos 2 jovens por furto em residência na localidade de Torre de Moncorvo

O Comando Territorial de Bragança, através do Posto Territorial de Torre de Moncorvo, ontem, dia 1 de outubro, constituiu arguidos dois homens de 20 anos, por furto em residência, na localidade de Lousa, concelho de Torre de Moncorvo.

Durante uma operação rodoviária, os militares da Guarda abordaram um veículo em que o comportamento nervoso dos dois ocupantes levantou suspeitas. Durante a fiscalização, apurou-se que o condutor não possuía habilitação legal para conduzir e que tinham em sua posse seis doses de canábis, 12 doses de haxixe e 1 435 euros em numerário. No seguimento das diligências policiais, os indivíduos foram identificados como suspeitos de um furto em residência que ocorreu entre os dias 25 e 26 de setembro, na localidade de Lousa. Com o valor furtado, cerca de 5 000 euros em numerário, adquiriram o veículo em que circulavam. No total, foi apreendido o produto estupefaciente, o dinheiro, o veículo e ainda uma arma de alarme.

O condutor foi detido e ambos foram constituídos arguidos por furto, tendo os factos sido remetidos ao Tribunal Judicial de Torre de Moncorvo.

Esta ação contou com o reforço do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) de Torre de Moncorvo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.