GNR Coimbra deteve homem que agredia a filha, em situação de liberdade condicional

O Comando Territorial de Coimbra, através do Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Específicas (NIAVE) de Coimbra, ontem, dia 1 de Julho, apreendeu duas armas, no âmbito de um processo crime de violência doméstica, no concelho de Montemor-o-Velho.

No âmbito de uma investigação por violência doméstica, foi possível apurar que a vítima, uma menor de 15 anos, era agredida fisicamente de forma reiterada pelo seu pai, um homem de 33 anos, sendo que essas agressões se terão agravado a partir da saída do seu pai de um estabelecimento prisional no ano de 2017, encontrando-se em liberdade condicional até Janeiro do ano de 2022. O comportamento do agressor foi escalando, chegando ao ponto de apontar uma pistola à vítima, para lhe retirar o computador, que tinha sido fornecido pela escola para a mesma estudar.

No seguimento das diligências de investigação, os militares da Guarda deram cumprimento a um mandado de busca domiciliária e a um mandado de busca aos veículos utilizados pelo agressor, culminando na apreensão do seguinte material:

· Uma arma de ar comprimido, com características alteradas, assemelhando-se a uma reprodução de arma de fogo;

· Uma catana;

· Duas caixas de chumbos.

Os factos foram remetidos ao Tribunal Judicial de Montemor-o-Velho.

Esta acção contou com o reforço da Unidade de Intervenção, do Destacamento de Intervenção de Coimbra e do NIC de Montemor-o-Velho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.