GNR desmantelou rede de tráfico de droga e deteve 19 pessoas no distrito de Faro

O Comando Territorial de Faro, através do Núcleo de Investigação Criminal (NIC), ontem, dia 15 de Setembro, deteve 19 pessoas, dos quais 15 homens e quatro mulheres, com idades entre os 22 e 65 anos, por tráfico de estupefacientes e associação criminosa, no distrito de Faro, desmantelando assim uma rede organizada.

A investigação, que decorria há cerca de um ano e nove meses, visava uma rede de distribuição e tráfico de droga liderada por dois suspeitos estrangeiros. O grupo operava essencialmente no concelho de Albufeira, mas estendia também a sua atividade a diversos outros concelhos do distrito de Faro, nomeadamente Portimão, Silves, Lagoa, Loulé, Olhão e Tavira. O produto estupefaciente era entregue em casas, moradias de férias ou em hotéis na região, contando também com o apoio de diversos funcionários, exploradores e proprietários de estabelecimentos de diversão noturna que, mediante comissão nas vendas, entregavam a droga aos seus clientes.

No âmbito desta investigação, que decorreu junto da 2.ª Secção do Departamento de Investigação e Ação Penal de Faro, os militares da GNR deram cumprimento a 69 mandados de busca, entre as quais 30 domiciliárias, 29 a veículos e dez a estabelecimentos de diversão noturna. As diligências policiais permitiram apreender o seguintes artigos:

· 19.471 doses de cocaína;

· 2.511 doses de haxixe;

· 2.760 doses de heroína;

· 76 plantas de cannabis;

· Três armas de fogo;

· Seis veículos;

· 39 telemóveis;

· 12 balanças;

· 39.483 euros e 365 libras.

A operação envolveu mais de 100 militares da GNR, tendo o Comando Territorial de Faro sido reforçado com militares da Direção de Investigação Criminal (DIC) e dos Comandos Territoriais de Lisboa, Setúbal, Portalegre, Évora e Beja.

Os detidos serão presentes ao Tribunal Judicial de Faro amanhã, dia 17 de setembro, a fim de serem sujeitos a primeiro interrogatório judicial.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.