GNR identificou 58 pessoas por caravanismo ilegal na Costa Vicentina

A Unidade de Controlo Costeiro (UCC), através do Destacamento de Controlo Costeiro de Sines, no dia 12 de Setembro, realizou uma acção de fiscalização na área protegida do “Parque Natural do Sudoeste Alentejano, Costa Vicentina”.

Nesta acção de fiscalização foram identificados 58 cidadãos e detectadas 58 infracções pela prática de campismo e caravanismo em situação ilegal ou irregular em área protegida, puníveis com coima até 4 mil euros.

Este tipo de operações têm como objectivo a preservação da Reserva Natural e das paisagens protegidas, uma vez que a presença humana excessiva nestas áreas, coloca em causa a beleza natural das paisagens bem como o habitat de espécies de fauna e flora.

Desta forma, a Guarda Nacional Republicana irá continuar a sensibilizar os caravanistas e campistas para adoptarem um comportamento mais responsável e amigo do ambiente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.