GNR identificou dois homens por pesca submarina e um outro por venda de ameijoa nipónica

 

 

No passado dia 30 de Dezembro dois homens, de 21 e 40 anos, foram identificados por pesca submarina fora do período permitido, em Aljezur.

 

Em comunicado enviado às redacções, a GNR revela que “a Unidade de Controlo Costeiro, através do Subdestacamento de Controlo Costeiro de Aljezur, no dia 30 de Dezembro, identificou dois homens, de 21 e 40 anos, por prática de pesca submarina fora do período permitido, na localidade de Bordeira – Aljezur”.

A autoridade revela que “no âmbito de uma acção de fiscalização direccionada para a prática da pesca submarina, os militares identificaram os dois homens que se encontravam a exercer esta actividade entre o pôr e o nascer do sol, não sendo permitido esta actividade durante este período”, acrescentando que “os dois homens tinham na sua posse nove quilos de crustáceos, no valor presumível de 900 euros, tendo sido apreendidos juntamente com os equipamentos de pesca utilizados para este fim, nomeadamente dois fatos de mergulho e duas armas de pesca submarina. Desta acção resultou ainda na elaboração de dois autos de contra-ordenação por exercício de pesca submarina em período não permitido, estando os visados sujeitos a uma coima que poderá ir até os 3 740,99 euros. O marisco foi devolvido ao seu habitat natural”.

A GNR acrescenta ainda que “numa outra acção de fiscalização, a um mercado de venda de peixe, os militares identificaram um jovem, de 19 anos, que se encontrava a vender ameijoa nipónica sem a devida licença, o que resultou na apreensão de 23 quilos de bivalves, tendo sido elaborado o respectivo auto de noticia por contra-ordenação, em que poderá ser aplicada uma coima ao vendedor até ao valor de 1000 euros”.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.