GNR resgatou 17 migrantes na Grécia

 

 

A Unidade de Controlo Costeiro (UCC), através de militares destacados na ilha de Samos-Grécia, no âmbito da missão da Agência Europeia da Guarda de Fronteiras e Costeira (FRONTEX), ontem, dia 26 de Maio, junto ao Cabo de Prasso, no nordeste da Ilha de Samos, resgatou 17 migrantes, dos quais oito crianças, com idades entre os 4 e os 15 anos, cinco mulheres e quatro homens.

A equipa terrestre de vigilância marítima da UCC, designada de Thermal Vision Vehicle (TVV), através dos equipamentos de visão térmica e nocturna, detectou uma pequena embarcação de borracha, com cerca de sete metros de comprimento, rumo à ilha, tendo a bordo 54 migrantes. De imediato, para além desta equipa informar as autoridades locais, deu o alerta à embarcação da GNR, que se encontrava a patrulhar aquela área, a qual prontamente se deslocou para o local, o que permitiu resgatar 17 migrantes junto à costa. Os restantes migrantes conseguiram chegar a terra, sendo auxiliados pelas autoridades helénicas.

Na ilha de Samos, a GNR tem empenhados neste momento 14 militares, que guarnecem uma embarcação e uma equipa de vigilância marítima.

A GNR, nesta missão da FRONTEX, desenvolve acções nas fronteiras terrestres e marítimas com a finalidade de prevenir, detectar e reprimir ilícitos relacionados com a imigração ilegal, tráfico de seres humanos e outros crimes transfronteiriços, contribuindo fundamentalmente para a salvaguarda de vidas humanas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.