arrowarrow


A belíssima sala do Coliseu dos Recreios recebeu a apresentação do programa Got Talent Portugal. Depois da edição do ano passado, o programa volta ao ecrã da estação pública. O formato, anteriormente apresentado por Marco Horácio, conta com várias mexidas no elenco. Tanto na apresentação como no júri. A Sofia Escobar, Pedro Tochas e Manuel Moura dos Santos juntam-se os nomes de Vanessa Oliveira, José Pedro Vasconcelos e Mariza.

 

A nova aposta da RTP para as noites de Domingo foi apresentada à imprensa no Coliseu dos Recreios, onde vão acontecer as audições, uma das novidades do programa deste ano. Para as audições inscreveram-se oito mil candidatos que vão concorrer em áreas tão distintas como: a magia, o canto ou o bailado. Para Daniel Deusdado, diretor de programas da RTP, este “tipo de programas não é só entretenimento. A RTP pretende revelar talentos”. A aposta nos talent shows, pelo canal público, é fortíssima. Got talent e The Voice Portugal são os programas que vamos poder ver ao longo do ano de 2016.

 

 

A diversidade de talentos, para Francisco Ferreira de Almeida, o responsável pela FREMANTLEMEDIA, a produtora do programa, faz com que o Got Talent  seja programa de TV mais democrata de sempre. “Todo o talento tem espaço neste palco“, afirma o CEO da produtora. Pedro Tochas reforça a ideia do responsável caracterizando este como “o melhor programa do mundo!”.

 

 

A avaliar o talento que vai subir ao palco estão caras bem conhecidas do público português. Ao trio de jurados, que já tinham participado na edição anterior, junta-se o nome da fadista Mariza, uma das mais reconhecidas artistas portuguesas. A fadista conta com seis álbuns editados em mais de 35 países, onde vendeu mais de um milhão de discos. Mariza diz estar “entusiasmada e assustada“, por ser jurada. Já tinha sido convidada, outras vezes, para ser jurada em programas de talentos mas nunca tinha aceitado.” Pela primeira vez decidi aceitar porque queria estar no outro lado, queria julgar talentos“.

 

 

Durante dois minutos os candidatos vão tentar convencer os jurados a carregarem nos botões, o que interrompe a actuação. Com quatro Xs, o espetáculo pára. Só que Mariza relembra que muita coisa pode acontecer, o que leva a que as actuações sejam prejudicadas “existem muitos factores que podem levar, naquele dia, a que a pessoa não tenha o seu talento no máximo“. Para acalmar os futuros concorrentes, a fadista garante que no seu trabalho como jurada vai ser “o mais sincera possível, o mais humana possível“. O nome da quarta jurada foi mantido no segredo dos deuses até ao dia da apresentação. Nem os próprios apresentadores sabiam quem ia substituir o maestro Rui Massena.

 

 

Falando em apresentadores, esses também são novos. Nesta edição vamos ter uma dupla, no mesmo estilo da versão britânica do programa. Vanessa Oliveira, que anteriormente fez dupla com Herman José na apresentação do programa Há Tarde, junta-se a José Pedro Vasconcelos na apresentação do concurso de talentos. Para Vanessa Oliveira, terem-lhe conferido a apresentação deste programa “foi uma grande prova de confiança por parte desta direção de programas. É um programa que costumo acompanhar na televisão. Gosto muito deste formato pois podemos ver de tudo. É um programa de qualidade onde não há pessoas a serem maltratadas“. Para a apresentadora o programa tem um leque de jurados perfeitos. Ao trio de jurados residentes juntou-se a fadista Mariza que “traz algo que já tínhamos e ainda engrandece mais em credibilidade“, conclui.

 

 

José Pedro Vasconcelos vai conduzir as noites de domingo. “Estou muito, muito entusiasmado. O domingo à noite é um horário muito apetecível. Este programa tem tudo para correr bem. Tem uma magia especial pois vermos pessoas normais a transformarem-se em super-heróis, o que tem a sua magia“. O que foi igualmente mágico foi a inserção da fadista, nomeada duas vezes para os Grammys, no núcleo de jurados. Para Zé Pedro ,Mariza é um “verdadeiro coelho na cartola“. Para finalizar, o apresentador espera que tudo corra bem.

 

 

Manuel Moura dos Santos, manager de Rui Veloso, é conhecido por ser o membro do júri mais frontal. “O que me agrada neste formato é o leque variado de talentos existentes em Portugal“. Para Moura dos Santos a edição anterior “abriu a porta para haver muita gente a arriscar“. Num programa onde a faixa etária pode ir dos 8 aos 80 anos, o jurado acha que o mais complicado, para ele, é avaliar crianças. Os jurados e os apresentadores são unânimes quando dizem que não existe uma fórmula mágica para sucesso, mas para o manager mais conhecido do país “se alguém tem talento deve ser incentivado mas deve-se explicar que o caminho pode ser complicado. Deve-se ter muito trabalho, muito esforço e muito sacrifício“,para além de talento.

 

 

Talento é algo que não falta a Pedro Tochas, o artista de rua. Para este homem a rua é um lugar mágico, de todos os dias, para todos. Como jurado promete ser o mesmo. Quando estiver a avaliar vai ter em conta “a imaginação, a criatividade“. Quando falamos dos restantes jurados, Tochas acredita que “para este tipo de programas é necessário uma pessoa com mundo, que tenha visto muita coisa“. Um ano depois da última edição, que acabou com a vitória dos ArtGym Company que acabaram por se tornar campeões europeus. O artista de rua acredita que “ainda temos pano para mangas“.

 

 

O leque de jurados é finalizado por Sofia Escobar. A actriz foi nomeada para os principais prémios do teatro britânico, chegando a ganhar o Whatsonstage Awards para melhor atriz de teatro musical. No seu currículo constam musicais como West Side Story e O Fantasma da Ópera. É a segunda vez que vai avaliar o talento dos portugueses. Quando está a avaliar diz que não esquece o ser-humano. “Corra bem, corra mal está uma pessoa à nossa frente e essa pessoa tem um sonho“.

 

 

No programa, que vai percorrer o país em busca de novos talentos, todos são bem-vindos. Este formato foi primeiramente lançado nos Estados Unidos mas, em pouco tempo, tornou-se um fenómeno televisivo. Nomes como Susan Boyle, que participou na edição britânica deste programa, ficou reconhecida internacionalmente depois de vencer o concurso. Agora basta esperar para ver quem será o próximo grande talento de Portugal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.