Grande Prémio Nacional do Fado regressa à RTP e tem prémio de 1500 euros e participação no Santa Casa Alfama

 

 

O Grande Prémio Nacional do Fado está de regresso à RTP 1. A estreia ocorre já em Janeiro e José Gonçalez falou ao Infocul sobre os moldes em que decorrerá este concurso e quais os prémios que serão entregues aos vencedores.

 

 

 

Posso adiantar que começa no dia 4 de Janeiro, é a terceira edição do Grande Prémio Nacional do Fado e regressa nos moldes que funcionava antes. Tem eliminatórias para juvenis e seniores. Juvenis até 15 anos inclusive e séniores a partir dos 16. Funciona nos mesmos moldes, há três candidatos por programa, depois os candidatos são votados ao longo de 8 dias pelo público, é sempre o público que decide. Vou estar sempre eu em estúdio com um convidado, um convidado fadista que cantará também no programa, e nós apenas daremos uma opinião, falaremos, diremos pormenores que às vezes fazem a diferença e portanto será mais por ai, tipo um aconselhamento depois a longo de 8 dias o público vota e na semana seguinte são anunciados os vencedores, depois isto acontece ao longo de três meses e ao fim de três meses vamos ter duas semifinais quer de infantis quer de séniores e depois teremos a final com os dois primeiros de cada semifinal e o segundo mais votado de cada semifinal”, começou por nos revelar.

 

 

 

Sobre os prémios, revelou que “o vencedor tem entrada directa no Santa Casa alfama 2019 e tem também a participação num estúdio que é a Primetime que é nosso parceiro nesta edição e que oferece a produção do disco, do primeiro disco, que até pode nem ser o primeiro, porque em termos de regulamento quem não grava à muitos anos pode participar na mesma, mas sim o prémio é a oferta de 1500 euros na produção de um disco, que me parece um prémio muito simpático”.

 

Fotografia: Hugo Moura

Rui Lavrador

Iniciou em 2011 o seu percurso em comunicação social, tendo integrado vários projectos editoriais. Durante o seu percurso integrou projectos como Jornal Hardmúsica, LusoNotícias, Toureio.pt, ODigital.pt, entre outros Órgãos de Comunicação Social nacionais, na redacção de vários artigos. Entrevistou a grande maioria das personalidades mais importantes da vida social e cultural do país, destacando-se, também, na apreciação de vários espectáculos. Durante o seu percurso, deu a conhecer vários artistas, até então desconhecidos, ao grande público. Em 2015 criou e fundou o Infocul.pt, projecto no qual assume a direcção editorial.

Rui Lavrador has 6411 posts and counting. See all posts by Rui Lavrador

Rui Lavrador

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.