Jantar comício do Chega: Goucha defendeu Olavo Bilac e Diogo Faro criticou o apresentador

A actuação de Olavo Bilac num jantar privado do partido Chega, e a consequente fotografia que tirou com André Ventura, continua a gerar polémica nas redes sociais.

O cantor até já desculpas veio pedir. Mas agora várias personalidades têm tomado posição. Um deles foi Manuel Luís Goucha.

Olavo Bilac atuou num jantar do Chega. Trabalho é trabalho… Depois, tirou uma foto e pelos visto foi arrasado nas redes sociais a ponto de se ter visto obrigado a dar explicações”, começou por escrever o apresentador numa publicação que colocou no Instagram.

A única coisa que vejo de errado nesta foto é o facto de não ter sido respeitado o distanciamento físico. Pois eu tanto tiro uma foto com André Ventura como com Catarina Martins, se me pedirem, claro, e a metro e meio de distância de cada um. Já agora, uma pergunta, que estou de férias e posso ter perdido alguma coisa: já não vivemos em democracia?”, questionou.

Por fim, o profissional de televisão abriu o peito às balas. Mas não se importou. “Agora podem arrasar-me à vontade que não dou explicações. Já chega”, rematou.

O humorista Diogo Faro criticou o apresentador, nas redes sociais:

Manuel Luís Goucha:
– Convida neonazis para o programa para falar de como a vida é bela;
– Está sempre também a lá dar palco à Facharrita para elogiar o Trump, Bolsonaro e Ventura.
– Teve lá anos o Quintino Aires a dizer coisas como “a maioria (dos ciganos) vive dos subsídios, ou trafica droga e não trabalha” ou “75% das pessoas que consomem cannabis envolvem-se sexualmente com pessoas do mesmo sexo“ e “Acha que sem cannabis 75% das pessoas iriam envolver-se sexualmente com pessoas do mesmo sexo?“
– Compactua com todas as coisas racistas que a Suzana Garcia diz e nem pestanejou quando esta chamou “escumalha” a negros.
– É casado com um gajo que faz posts xenófobos e que é contra o acolhimento de refugiados.
– É um privilegiado que acha as paradas gay um disparate, entre outras coisas nada abonatórias para a luta LGBTI+.
De certeza que estamos admirados que agora tenha vindo dizer que não há mal nenhum em tirar fotos com o Ventura, e que tanto tirava com ele como com a Catarina Martins? E ainda pergunta se não vivemos numa democracia.
Vivemos, Manelito. Uma democracia que ainda luta todos os dias, por exemplo, pelos direitos LBGTI+ que os fachos querem revogar. Uma democracia onde, para o bem e para o mal, as mais famosas figuras públicas do país podem fazer posts a normalizar a extrema-direita.
Ah, o privilégio é mesmo uma coisa linda. Pena que mate tanto quem não o tem.

One thought on “Jantar comício do Chega: Goucha defendeu Olavo Bilac e Diogo Faro criticou o apresentador

  • Avatar

    Só faltava esta Borboleta.

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.