Leiria: GNR apresenta balanço da operação Clean Water – Descargas ilegais de resíduos

O Comando Territorial da GNR de Leiria, através do Núcleo de Protecção Ambiental de Leiria, face às sucessivas denúncias de alterações de características da bacia hidrográfica dos rios Lis e Lena, lançou uma operação intitulada de “Clean Water”, visando fazer face às descargas directas e indirectas de efluentes provenientes da actividade suinícola, a qual apresenta bastante representatividade na região.

Nesse sentido, os militares têm vindo a exercer um esforço no patrulhamento dos recursos hídricos, levando a cabo ações diárias e ininterruptas de monitorização das linhas de água nos concelhos de Leiria, Marinha Grande, Batalha e Porto de Mós, as quais possibilitaram a detecção de vários delitos, dos quais se destacam:

Em 31 de Março foi identificada uma exploração pecuária, no concelho da Batalha, a efectuar uma descarga de efluentes pecuários directamente da lagoa de armazenagem de efluentes pecuários para a Ribeira da Calvaria, através de um tubo oculto no subsolo;

Em 2 de Abril foi detectada uma exploração agropecuária, no concelho de Porto de Mós, a realizar uma descarga de efluentes para o afluente do rio Lena, proveniente da lagoa de depuração para o solo;

Em 4 de Abril foi identificada uma exploração pecuária, no concelho da Batalha, a descarregar efluentes pecuários para o solo, provenientes do tanque de armazenamento de efluentes, que por acção do declive se introduziam na Ribeira de Santo Antão;

Em 5 de Abril foi identificada uma exploração agropecuária, na localidade de Porto de Mós, a efectuar uma descarga de afluentes pecuários directamente para o rio Lena através de uma manilha de cimento oculta na margem esquerda do mesmo.

Todas as descargas ilegais identificadas foram cessadas e elaborados autos de notícia pelo crime de poluição dos recursos hídricos, remetidos ao Tribunal Judicial de Porto de Mós.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.