Lisboa: 11 roubos no Metro valem prisão preventiva

O Comando Metropolitano de Lisboa da PSP, através da Divisão de Segurança a Transportes Públicos, no dia 06 de Janeiro, pelas 18:00, procedeu à detenção de um homem com 49 anos de idade, por ser suspeito da prática de onze crimes de Roubo.

No seguimento de uma investigação, após a detenção em flagrante delito do suspeito, pelo roubo de um telemóvel numa paragem de autocarro, foi detectado um pico anormal de roubos o que levou à recolha dos depoimentos de várias vítimas e outras diligências que permitiram relacionar este homem com a prática de outros dez crimes de roubo, alguns dos quais cometidos quando já se encontrava sujeito à medida de coação de apresentações quinzenais.

Para praticar os crimes, o suspeito, que já cumpriu pena de prisão por crimes contra o património, deambulava pelas estações e composições do Metropolitano de Lisboa, aproveitando a distracção das vítimas que viajavam no interior das composições para, através do método de esticão lhes subtrair os telemóveis.

O valor dos bens subtraídos às vítimas ascende aos 5 mil euros.

De referir que Autoridade de Polícia Criminal, após ter consubstanciado os meios de prova e no intuito de fazer cessar o mais rápido possível a grave actividade criminal deste homem, procurando assim evitar outros roubos, emitiu Mandado de Detenção fora de flagrante delito, tendo os polícias da PSP executado a sua detenção.

O detido foi presente a 1º Interrogatório judicial onde viu ser-lhe aplicada a medida de coação mais gravosa de Prisão Preventiva.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.