Lisboa: PSP deteve 2 homens por roubos violentos

O Comando Metropolitano de Lisboa da PSP, através da Divisão de Investigação Criminal, no dia 23 de Janeiro, na freguesia de Santa Maria Maior, procedeu à detenção de dois homens de 27 e 26 anos de idade, por serem suspeitos da prática de três crimes de roubo agravado e um de violência após subtracção.

A PSP no decorrer de um anormal pico de roubos violentos, cometidos sobretudo com recurso a arma branca, todos eles localizados na zona do Martim Moniz e imediações, efectuou um esforço de pesquisa e patrulhamento preventivo que permitiu, com celeridade, identificar os autores que vinham a efectuar parte dos roubos registados naquela zona.

Assim, rapidamente identificaram uma série de vítimas, que com a coordenação da 11ªSecção do DIAP de Lisboa, vieram a reconhecer os suspeitos como os autores dos referidos crimes. Ressalvar a elevada violência com que os mesmos eram perpetrados, infligindo mazelas e ferimentos com alguma gravidade.

Conseguiram ainda os investigadores apreender um bisturi, arma esta utilizada num dos violentos roubos que os suspeitos levaram a cabo em comunhão de esforços. As vítimas, todas elas moradoras e trabalhadores daquela zona, viram-se despojadas de seus bens, e sem terem capacidade de reagir face ao grau de violência envolvido no seu cometimento.

Assim, e cotejadas evidências fortes da autoria destes factos criminais, foram emitidos Mandados de Detenção por Autoridade de Polícia Criminal, possibilitando a sua detenção fora de flagrante delito, e consequente apresentação ao Juiz de Instrução Criminal, sendo-lhes aplicada a Medida de Coação mais gravosa, a prisão preventiva

Para além de um vasto historial de crimes contra o património, alguns deles já julgados e com penas condenatórias, um dos detidos apresentava ainda um processo de afastamento coercivo de território nacional a correr no Serviço de Estrangeiro e Fronteiras.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.