L’Origine é um ‘Pecado da Gula’ da responsabilidade de Chakall (C/Fotos)

 

 

L’Origine é o mais recente projecto de Chakall, o conhecido Chef e entertainer, e localiza-se no Parque das Nações. Itália (e não só…) é servida com personalidade, requinte, bom gosto e num espaço que combina, bem, o contemporâneo citadino e o imaginário rural.

O espaço, sito na Rua Alfredo Pimenta, 103, conta com dois andares. O rés-do-chão no qual estão os pizzaiolos e um forno de bonito design. Neste piso destaca-se a decoração citadina, com pequenos traços que nos remetem para a tradição como o candeeiro rodeado de garrafas de vinho. No piso superior está sempre no tempo certo, fruto dos 9 relógios ali localizados, e com previsão de se perder sem do tempo dar conta com a deslumbrante vista para o Tejo intercalada por algumas árvores que em conjunto com a decoração interior nos remetem para uma casa no meio do bosque. As escolhas cromáticas para decoração das mesas criam um ambiente sofisticado mas simples.

Nele duas figuras são imagem de marca e sinónimo de qualidade: Chakall e Roberto Mezzapelle. Ambos com percursos de sucesso e juntos num projecto que permite, a quem ali vá, um ambiente descontraído e com sabores que prometem deixá-lo a salivar e com obrigatoriedade de voltar tal a quantidade/qualidade da carta apresentada.

À mesa, as tentações são várias, a indecisão total mas o prazer é garantido.

Como entrada pode, entre outras, optar por Tagliere Di Roberto e Chakall (tábua de queijo, enchidos e pão de pizza), Burrata Capocannoniere (uma conjugação agridoce perfeita), Burrata Pesto (uma escolha sem riscos e que agrada à maioria) ou ainda Carpaccio Bacalá (o creme balsâmico de morango e o azeite de laranja e limão dão um sabor distinto ao bacalhau).

O investimento neste novo espaço rondou os 350 mil euros, segundo apurámos, e durante a refeição contará com um serviço personalizado e rápido. Nas pizzas a indecisão começa logo na escolha da massa: tradicional, beterraba e gengibre, 7 cereais, ou carvão vegetal. Pode ainda optar por uma sem glúten ou outra dedicada às crianças.

 

 

Do que tive oportunidade de provar, destaco Il Gamero, massa de beterraba e gengibre e a Due Poli, em massa de carvão vegetal. A primeira com os destacados sabores da courgette, do camarão e do pesto de manjericão. A segunda numa combinação orgásmica de manga, abacate, mascarpone, nozes, tomate semi-seco e salmão.

A acompanhar a refeição o mais que aprovado Anthilia Donnafugata (branco), um Sicília DOC.

 

Para sobremesa deixo três sugestões: Panna Cotta (frutos vermelhos), Tiramisú ou ainda a Pizza con Nutella. Vai conseguir resistir?

Um espaço com um custo médio-alto mas que compensa pela qualidade do serviço e do atendimento.

 

Texto: Rui Lavrador
Fotografias: Alexandre Marques

Rui Lavrador

Iniciou em 2011 o seu percurso em comunicação social, tendo integrado vários projectos editoriais. Durante o seu percurso integrou projectos como Jornal Hardmúsica, LusoNotícias, Toureio.pt, ODigital.pt, entre outros Órgãos de Comunicação Social nacionais, na redacção de vários artigos. Entrevistou a grande maioria das personalidades mais importantes da vida social e cultural do país, destacando-se, também, na apreciação de vários espectáculos. Durante o seu percurso, deu a conhecer vários artistas, até então desconhecidos, ao grande público. Em 2015 criou e fundou o Infocul.pt, projecto no qual assume a direcção editorial.

Rui Lavrador has 6397 posts and counting. See all posts by Rui Lavrador

Rui Lavrador

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.