Maia: Apreensão de 130 mil cigarros introduzidos no consumo de forma fraudulenta

A Unidade de Acção Fiscal, através do Destacamento de Acção Fiscal do Porto, apreendeu, ontem, dia 13 de Janeiro, 130 mil cigarros sem estampilha fiscal na A41, zona da Maia.

No decorrer de uma acção de fiscalização, os militares apreenderam 130 000 cigarros de diversas marcas, sem aposição de quaisquer estampilha fiscal ou documentação que ateste a suspensão do imposto.

O valor dos bens apreendidos ascende aos 26 000 euros, representando um prejuízo para o Estado, em sede de Imposto sobre o Tabaco e IVA, de aproximadamente 21.000,00 Euros.

Foram ainda identificados dois condutores, tendo sido elaborados dois autos de contra-ordenação por introdução irregular no consumo.

Esta operação contou com o reforço do Destacamento de Ação Conjunta do Porto, da Unidade Nacional de Trânsito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.