Mais de 1 tonelada de bivalves apreendido, em Alcochete

 

 

A Unidade de Controlo Costeiro, através do Subdestacamento de Controlo Costeiro de Fonte da Telha, ontem, dia 19 de Fevereiro, apreendeu, em Alcochete, 1 730 quilos de amêijoa-japonesa “ruditapes philippinarum”, com o valor comercial aproximado de 17 300 euros.

No decorrer de uma acção de fiscalização que visava o combate à prática da apanha, transporte e comercialização da amêijoa-japonesa, foram abordadas duas viaturas que faziam o transporte dos referidos bivalves, sem a documentação comprovativa da origem da amêijoa, resultando na sua apreensão.

A GNR alerta que a captura deste tipo de bivalves, sem que os mesmos sejam sujeitos a depuração ou ao controlo higiossanitário, pode colocar em causa a saúde pública, caso sejam introduzidos no consumo, devido à possível contaminação com toxinas, sendo o documento comprovativo da origem do bivalve fulcral para a prevenção da introdução de forma irregular no consumo.

Desta acção resultou na identificação de dois homens, de 51 e 55 anos, sendo elaborados os respectivos autos de notícia por contra-ordenação, em virtude de os mesmo não se fazerem acompanhar dos respectivos documentos comprovativos da origem da amêijoa, correspondendo a uma coima até 3 740 euros.

Os bivalves por se encontrarem vivos foram devolvidos ao habitat natural.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.