São longas já as linhas da troca de palavras entre André Ventura, deputado do Chega e candidato já assumido às próximas presidenciais, e o cantor Agir (filho de Paulo de Carvalho).

Preparem-se, porque se o Chega vencer as eleições, ofender polícias, magistrados ou guardas prisionais vai dar mesmo prisão. E o Twitter deixará de ser a bandalheira que é, pelo menos em Portugal”, começou por dizer Ventura.

Agira, respondeu dizendo que o deputado era uma “merda”, Ventura ripostou intitulando o cantor de gangster efeminado”.

Carolina Deslandes também não ficou calada e numa publicação nas redes sociais disse: “É aliciante quando alguém aparece com uma solução milagrosa para os nossos problemas e quer culpar nas minorias, nos ciganos, quer prender os maus e ajudar-nos a ter mais coisas… Isto é tudo ilusório, é tudo merda, é mentira. Isto é vir reinar com supostas soluções que só trazem mais segregação, mais violência, mais preconceito. Não se deixem enganar”.

Agora, foi Maria Vieira a vir para as redes sociais defender André Ventura e chamar “esburacado” a Agir, acrescentando que este “não sabe cantar”.

O texto na íntegra:

As redes sociais perseguem, censuram e bloqueiam contínua e injustificadamente as páginas e as contas conservadoras e de Direita e não agem da mesma forma em relação às publicações de Esquerda que são frequentemente agressivas, desrespeitadoras e mentirosas. Entretanto, o deputado André Ventura resolve denunciar, como lhe compete, essa vergonhosa situação desigual e discriminatória e logo aparece este esburacado, que tem o corpo todo esborratado por fora e por dentro, a insultar o deputado do CHEGA, dizendo que ele é uma “mer**”!

Este esburacado, também conhecido pelo nome de Agir (seja lá isso o que for) é, à semelhança do Abrunhosa, mais um cantor que não sabe cantar (o pobre nem isso conseguiu herdar do pai) e é mais um desses «esquerdopatas» que entretanto deixou de ganhar os trocados com que comprava o pó de arroz e que resolve ofender as pessoas de BEM para ver se as autarquias socialistas e comunistas que vão receber uma massa valente do António Costa, o convidam para «berrar» nas festas populares do verão que ainda se irão realizar, por forma a ele poder continuar a comprar daqueles cigarritos que fazem rir!

Olho para esta figura e não posso deixar de me lembrar de um dia, há vários anos atrás, quando a minha colega de profissão – a Helena Isabel – que é a progenitora da figura em questão, me visitou na companhia do seu filhote, um rapazinho introvertido, sossegado e caladito, que na altura teria os seus 10 ou 11 anos, e da estranha e inesperada mordidela que um dos meus cachorrinhos lhe aplicou na mão, assim que lhe pôs a vista em cima!

Será que essa minha cachorrinha, que se chamava «Baixita», já era do CHEGA, sem eu saber?!?!🤔

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.