Marinha Grande: Escola reabre após investimento superior a 420 mil euros

O Secretário de Estado Adjunto e da Educação, João Costa, vai estar presente na cerimónia de reabertura da Escola Básica da Moita, no concelho da Marinha Grande, que decorre no dia 6 de Janeiro (segunda-feira), pelas 09:00.

O edifício principal daquele estabelecimento de ensino vai reabrir após as obras de requalificação, que tiveram lugar no ano passado e representaram um investimento superior a 420 mil euros. A intervenção visou dotar o edifício de melhores condições de segurança e conforto, para que nele possam funcionar quatro salas de ensino básico.

Procedeu-se à requalificação integral do edifício da Escola, revestimento exterior do edifício do Pré-Escolar e requalificação da ligação entre os edifícios através da passagem coberta, com prolongamento até uma das entradas exteriores e acessível por pessoas com mobilidade condicionada. Foi reabilitado o espaço envolvente e a edificado um pavilhão polivalente que vem resolver o antigo problema da inexistência de um recreio coberto.

Na requalificação e reorganização do espaço interior da escola do ensino básico foram implementadas medidas que a tornam acessível a crianças com mobilidade condicionada.

O projecto incluiu a reorganização do espaço interior para a criação de uma zona ampla de circulação que liga as quatro salas de aula e permite a existência de cacifos individuais para as crianças.

A reconversão dos três pequenos átrios originou um espaço amplo onde podem ser realizadas diversas actividades. O espaço destinado a biblioteca foi reconvertido para a criação de uma sala de aula e a biblioteca foi deslocalizada para o espaço ocupado anteriormente pelo polivalente.

Foram executadas duas instalações sanitárias para uso dos alunos das quatro salas de ensino básico, acessíveis a crianças com mobilidade condicionada e separadas por género e uma instalação sanitária para adultos.

A intervenção contemplou a construção de um pavilhão que funciona como recreio coberto. O átrio e o pavilhão ficam separados por duas portas que, quando recolhidas, permitem que os espaços se fundam num espaço único.

Foi definida a intervenção no espaço exterior com requalificação da passagem coberta, pavimentações, drenagem de águas pluviais, requalificação do espaço verde com a colocação de um brinquedo lúdico e a adaptação em termos de acessibilidade, entre interior e exterior do recinto escolar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.