Marvila: Caso de violência doméstica levou a apreensão de armas proibidas

O Comando Metropolitano de Lisboa da PSP, através da 2.ª Divisão Policial – Olivais, em 01 de Fevereiro, pelas 16:10, acorreu ao socorro de uma situação de violência doméstica, em Marvila, onde a vítima do sexo feminino, de 44 anos de idade, no interior da residência, havia sido agredida pelo seu companheiro, indivíduo do sexo masculino, de 45 anos de idade, com quem mantinha uma relação de mais de uma década.

Os polícias que se deslocaram ao local conseguiram socorrer a vítima e imobilizar o agressor, o qual, por força do estado alterado e bastante perturbado em que se encontrava, foi conduzido compulsivamente ao Hospital de São José em Lisboa, onde se encontra sob observação médica.

No decurso da resolução da ocorrência, os Polícias aperceberam-se da existência de objectos aparentemente ilícitos no interior da habitação, pelo que com a autorização e indicação da vítima, procederam a busca e localizaram várias armas e outros objectos proibidos, nomeadamente:

1343 Munições de vários calibres

56 Revólveres de vários calibres e tipos

11 Espingardas de Pressão de Ar de cano longo e cano curto

10 Soqueiras

5 Punhais longos

4 Mosquetes

3 Matracas

2 Miras telescópicas

1 Pistola Taser

1 Bastão extensível

Os artigos foram apreendidos e serão ainda sujeitos a peritagens e análises técnicas para apurar a sua operacionalidade e legalidade, cujos factos de ambas as situações, estão devidamente encaminhados para a autoridade judiciária competente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.