Os seis municípios que se uniram na candidatura ao concurso “7 Maravilhas à mesa” celebraram, na Mealhada, a vitória da “Mesa da Bairrada ao Mondego” e lançaram já o desafio para o próximo ano: a união em torno da doçaria da região.

 

 

A riqueza das mesas da Bairrada e Mondego faz-se também pela doçaria. Casticitos, caramujos e Morgado do Bussaco (Mealhada), nevadas e pastéis de Lorvão (Penacova), pastéis de Tentúgal (Montemor-o-Velho), bolo de Ançã (Cantanhede), brisas (Figueira da Foz) e arroz doce com ovos (Mira) são algumas das iguarias que farão parte de uma candidatura conjunta dos seis municípios, liderada pela AD-ELO – Associação de Desenvolvimento Local da Bairrada e Mondego, no desafio das “7 Maravilhas” que, em 2019, será focado nos doces.

 

 

O jantar foi “simbólico”, de agradecimento e celebração da vitória conseguida em Albufeira, a 16 de Setembro, mas foi também de lançamento do próximo desafio: os doces da região, que são de grande qualidade e diversidade. Luís Segadães, da organização 7 Maravilhas, participou no jantar e teve já uma amostra da doçaria desta região. “É um grande desafio. A primeira candidatura causou grande impacto pela união dos municípios, temos grandes expectativas também em relação aos doces”, referiu.

 

 

Rui Marqueiro, presidente da AD ELO e também da Câmara da Mealhada, referiu o momento “simbólico, de reunião entre todas as pessoas que se associaram à candidatura”, sublinhando que “é importante reforçar a já excelente imagem que o público tem dos nossos produtos gastronómicos e do nosso património”.

 

 

A parceria, para o próximo desafio, dos doces, será para manter. “No nosso território não há fronteiras. É preciso entender que o que beneficia um concelho também traz valor à região e aos outros municípios. É importante manter este nível de colaboração entre os agentes políticos e sociais”, explicou o autarca da Mealhada.

 

 

A Mesa da Bairrada ao Mondego foi uma das vencedoras do concurso de 2018 com iguarias como Sardinha na Telha, Arroz de Lampreia, Leitão à Bairrada, Espumante Branco Bruto Marquês de Marialva Baga Blanc de Noir 2015, Vinho Tinto Marquês de Marialva Baga Reserva 2014, complementadas pela vertente cultural e de património do Castelo de Montemor-o-Velho e da Mata Nacional do Bussaco e vila termal de Luso.

 

 

Todos os municípios receberam uma réplica do galardão e puderam ouvir as explicações dos chefs Luís Lavrador e Dora Caetano. A par da entrega dos galardões personalizados para cada município, o jantar teve o propósito de agradecer aos parceiros envolvidos em todo o processo de candidatura, desde os chefs de cozinha aos elementos que integraram a animação das claques, passando pelos municípios, elementos fundamentais deste projecto.

 

 

Luís Segadães, presidente das 7 Maravilhas, esteve presente na iniciativa para entregar os galardões aos seis municípios da candidatura, que também contou com a presença do presidente da Turismo Centro de Portugal, Pedro Machado, dos chefs Luís Lavrador e Dora Caetano, dos parceiros, presidentes de câmara, órgãos sociais e funcionários da AD ELO.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.