“Melhores Municípios para se Viver” pretende escolher o melhor concelho para se viver

Lisboa

 

“Melhores Municípios para se Viver” é um concurso de âmbito nacional que dá a conhecer projectos que promovem e fomentam a qualidade de vida na totalidade dos concelhos portugueses. Esta iniciativa surgiu da necessidade de se reconhecer e premiar a excelência e criatividade na gestão de recursos municipais, tendo em conta as necessidades de cada população municipal. A edição deste ano pretende premiar a implementação de projectos municipais que procurem aumentar a qualidade de vida das populações a nível social, ambiental ou económico.

 

 

A última edição de iniciativa de “Os Melhores Municípios para Viver” foi realizada em 2014, com o patrocínio do Jornal Sol (media partner este ano) e do Instituto Politécnico de Tomar. Em 2014 os prémios foram atribuídos a Torres Vedras com o projecto “Todos à Escola”; Sever do Vouga com “Capital do Mirtilo”; Viana do Castelo com o projecto “Cidadania e Voluntariado Empresarial” e foi entregue uma Menção Honrosa a Oliveira do Hospital pelo “Incentivo à Natalidade”.

 

 

Com o intuito de continuar a fomentar a importância da qualidade de vida como factor de desenvolvimento local, social e económico dos municípios, a edição de 2017 de os “Melhores Municípios para Viver – Projectos para serem vividos”, foca-se numa vertente prática e de execução de projectos inovadores, com um maior impacto real no bem-estar dos munícipes.

 

 

Esta edição pretende premiar os projectos de iniciativa municipal tendo como indicadores a Saúde, Urbanismo e Habitação, Ambiente, Acessibilidade e Transportes, Turismo, Economia e Emprego, Ensino e Formação, Identidade Cultura e Lazer, Diversidade Tolerância e Segurança, e Felicidade. Estas serão as áreas a concurso.

 

 

Para entrarem neste concurso os municípios poderão submeter, por formulário disponibilizado em anexo no e-mail, vários projectos por cada área temática, de acordo com o regulamento do concurso aprovado. A participação no concurso tem um custo de 1.400,00 € (mil e quatrocentos euros), mais IVA por cada projecto submetido, sendo que se for submetido mais do que um projecto, o custo de cada um passa a ser de 1.200,00€ (mil e duzentos euros), mais IVA. A candidatura deverá ser submetida através do endereço electrónico: intec.org@gmail.com

 

 

 

As candidaturas vão ser avaliadas por um júri composto pelo Professor Doutor José Manuel Palma (U. Lisboa), o Engº. Carlos Seixas da Fonseca (Consultor e ex. Administrador dos Portos de Setúbal e Sesimbra) e o Dr. Francisco Ferreira (ZERO). A cada projecto será atribuída uma pontuação por critério, num máximo de 20 pontos, o que significa que cada projecto poderá atingir uma classificação total máxima de 100 pontos.

 

 

Concluída a fase de avaliação serão premiados os três melhores em cada área. Os prémios vão ser entregues numa cerimónia que será realizada no mês de Junho em Lisboa.

 

Fotografia: VisitPortugal

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.