Ministra da Cultura emite nota de pesar pela morte de Artur Rosa

A Ministra da Cultura, Graça Fonseca emitiu uma nota de pesar pela morte do arquitecto e escultor Artur Rosa.

A Ministra da Cultura, Graça Fonseca, lamenta a morte do arquiteto e escultor Artur Rosa (1926-2020).

Formado em arquitetura pela Escola Superior de Belas Artes de Lisboa, Artur Rosa repartiu o seu percurso profissional e artístico entre a arquitetura e a escultura. Distinguido com o Prémio Valmor e Municipal de Arquitetura de 2007, pelo seu trabalho no projeto arquitetónico da Estação de Metro do Terreiro do Paço, participou em exposições coletivas e individuais desde os anos cinquenta, tendo-se destacado também pelo seu trabalho de cenografia para o Ballet Gulbenkian e para o Teatro Experimental de Cascais.

Para além do seu trabalho em nome próprio, o percurso de Artur Rosa ficará para sempre ligado ao de Helena Almeida, enquanto metade quase sempre invisível e testemunha participativa de um trabalho de exposição constante, ao registar em fotografia as performances da artista, feitas na intimidade do seu atelier. Cúmplice e presente, foi a técnica, o olhar e o mecanismo onde a artista era a ideia e a imaginação, numa parceria de intimidade e colaboração.

À Família e Amigos enviam-se sentidas condolências.

Graça Fonseca

24 de março, 2020

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.