Montemor-o-Novo: Pulseira eletrónica por violência doméstica, após comportamento obsessivo para com a companheira

O Comando Territorial de Évora, através do Núcleo de Investigação e de Apoio a Vítimas Especificas (NIAVE), no dia 24 de outubro, deteve um homem de 43 anos, por violência doméstica, no concelho de Montemor-o-Novo.

No âmbito de uma denúncia, os militares realizaram uma investigação que permitiu apurar que o suspeito sempre apresentou um comportamento possessivo com a sua companheira, uma mulher de 40 anos, durante os cinco anos de relacionamento. Nos últimos tempos, as agressões psicológicas aumentaram, passando também a infligir agressões físicas, que aconteciam diante do filho de ambos, com três anos de idade.

Foi dado cumprimento a um mandado de detenção e o detido foi presente ao Tribunal Judicial de Évora, onde lhe foi aplicada a medida de coação de proibição de contactos e de se aproximar da vítima, medida fiscalizada por meios técnicos de controlo à distância (pulseira eletrónica).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.