Morte de Pedro Lima levou a mudança de comportamento dos actores em “Quer o Destino”

Na hora da despedidas das gravações de ‘Quer o Destino’, Inês Herédia recordou Pedro Lima.

Já nos ouviram muitas vezes dizer que somos uma equipa muito unida, é uma responsabilidade muito grande dizer isto, cada vez que o digo, olho para dentro e pergunto-me se dei mesmo a mão a toda a gente. O Pedro Lima partiu há umas semanas e com a partida dele decidimos ser mais atentos uns aos outros”, referiu a atriz nas redes sociais.

Não há maneira mais bonita de viver do que esta. Não há outra que valha a pena. Nas últimas semanas senti que levei muita gente ao colo, mas acima de tudo senti uma força gigantesca de uma equipa verdadeiramente coesa que também me levou ao colo e protegeu numa fase em que o desgaste físico e emocional”, acrescentou.

View this post on Instagram

O sucesso de um projecto, para mim, mede-se em duas frentes: margem para criar e ambiente para criar. Vou ao primeiro: A 1.ª vez que a minha agente me pôs a Isabela à frente, chutei-a para canto. Só queria uma personagem com camadas e não via nada ali. Tínhamos a adaptação chilena para nos guiar enquanto os episódios portugueses não saiam e eu não encontrava interesse nenhum na Isabela. Não conhecia a @hmmamaral nem do eléctrico, não sabia que ela ia cavar na Isabela todas as camadas da crosta terrestre. A Helena desenhou umas escadas que a Isabela foi descendo degrau a degrau, passando despercebida mas sendo cada vez mais evidente à medida que ia desaparecendo. Fogo, há alguma coisa mais bonita do que poder trabalhar isto? Alguém a desaparecer na paisagem e essa ausência ser o que torna a personagem mais gritante? A ausência de si mesmo. Bolas que privilégio. Obrigada Helena e Helenettes. Segunda frente, ambiente para criar. @franciscoantunez . O líder nato, realizador brilhante, Homem sem medos e com coluna vertebral, daqueles que se faziam antigamente como diria o meu avô. Tudo o que vou escrever a seguir, é por causa dele. Para o Francisco não há elenco principal e elenco adicional. Não há realizadores e perchistas. O Chico está atento a todos, exactamente da mesma maneira. O Chico, no final do dia, sai da regie e vai ao platô agradecer a todos os técnicos pelo dia de hoje. Todos. Os. Dias. O Chico é um apaixonado pelo que faz e é isso que o torna o melhor. É porque ainda tem essa liberdade que às vezes vemos os mais velhos a perder. A liberdade de gostar de amar o que se faz. Já nos ouviram muitas vezes a dizer que somos uma equipa muito unida, é uma responsabilidade muito grande dizer isto, cada vez que o digo, olho para dentro e pergunto-me se dei mesmo a mão a toda a gente. O Pedro Lima partiu há umas semanas atrás e com a partida dele, decidimos ser mais atentos uns aos outros e digo-vos uma coisa, não há maneira mais bonita de viver do que nesta. Não há outra que valha a pena. Nas últimas semanas senti que levei muita gente ao colo mas acima de tudo, senti uma força gigantesca de uma equipa verdadeiramente coesa que (continua nos comentários)

A post shared by Inês Herédia (@inesheredia) on

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.