Nuno Feist afirma que está no Festival da Canção para ganhar e explica escolha de Fernando Daniel

31857374993_12f05b52ba_k

 

Nuno Feist é presença assídua no Festival da Canção e em 2017 afirma vir para ganhar, apostando para isso numa parceria com Nuno Marques da Silva que assina a letra do tema “Poema a Dois” que será interpretado por Fernando Daniel, vencedor do The Voice Portugal.

 

 

O maestro e compositor revela ao Infocul que “é uma canção feita para o cantor, para o Fernando. Eu vi o Fernando no The Voice, apercebi-me das potencialidades que ele tinha, fiz uma coisa ao meu estilo, com o meu cunho, mas para a voz do Fernando” acrescentando que “nós temos uma letra em inglês feita. Temos em inglês e português.  Para a semifinal vamos cantar em português. Ainda não está 100% fechado”. Caso ganhe o festival, “é uma coisa para depois falar com a RTP e o próprio Fernando. Temos as duas preparadas” diz-nos quando questionado se a interpretação seria em português ou inglês, algo que divide sempre bastante os apaixonados do festival.

 

 

Neste festival mantem a parceria com Nuno Marques da Silva, tal como há dois anos. “Em equipa que ganha não se mexe. Nós nunca ganhámos o festival, mas mais do que ganhar o festival, é uma equipa que funciona bem e que produz bons produtos, a meu ver”, justifica.

 

 

E esta participação é apenas para promover a musica portuguesa ou para ganhar? “Um pouco de ambos. Estou na desportiva por ter companheiros que admiro e respeito bastante, vimos participar para celebrar a musica portuguesa, mas também venho para ganhar. Uma pessoa vai ao concurso para ganhar!” afirma, antes de justificar a escolha do seu interprete e como tudo se processou, “o Fernando estava escolhido desde Outubro, ainda não tinham começado as galas do The Voice. Obviamente que eu queria que ele ganhasse o concurso porque ajuda, não vou esconder que ajuda, mas eu não esperei que acabasse o The Voice e peguei no telefone a convidar. Eu falei com o Fernando em Outubro”, esclarecendo ainda que “ele tem uma coisa muito especifica na voz, é algo que é dele, que me cativou. Se ele não tivesse ganho o concurso, eu não mudaria de interprete”.

 

Fotografia: RTP

Rui Lavrador

Iniciou em 2011 o seu percurso em comunicação social, tendo integrado vários projectos editoriais. Durante o seu percurso integrou projectos como Jornal Hardmúsica, LusoNotícias, Toureio.pt, ODigital.pt, entre outros Órgãos de Comunicação Social nacionais, na redacção de vários artigos. Entrevistou a grande maioria das personalidades mais importantes da vida social e cultural do país, destacando-se, também, na apreciação de vários espectáculos. Durante o seu percurso, deu a conhecer vários artistas, até então desconhecidos, ao grande público. Em 2015 criou e fundou o Infocul.pt, projecto no qual assume a direcção editorial.

Rui Lavrador has 6226 posts and counting. See all posts by Rui Lavrador

Rui Lavrador

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.