O futuro em destaque na programação de Janeiro do Canal Odisseia

odisseia

 

No primeiro mês de 2017 o Odisseia vai dar destaque ao futuro, ao futuro da raça humana e dos Estados Unidos enquanto nação. Os temas mais fracturantes da actualidade vão ser analisados em três especiais.

 

 

O primeiro destaque pode ser visto todas as terças-feiras às 21:30 com um “Futuro Espacial-4 K”. “A raça humana terá de sair da Terra se quer sobreviver”, segundo Stephen Hawking. A conquista do espaço começou e, segundo o conceituado cientista, esta é a única oportunidade para a humanidade. 

 

 

Esta série de seis episódios em 4K ( “ISS: Benefícios para Todos”,”Vida no Espaço”,”O Mistério da Vida Extraterrestre”,”O Espaço ao Serviço da Terra”,”Destino Marte” e “Lixo Espacial: Uma Ameaça em Órbita”) aproxima o espectador dos últimos avanços e do futuro da nossa vida espacial. Começámos a construir estações orbitais permanentes e a Estação Espacial Internacional é apenas uma das primeiras. 

 

 

Várias empresas privadas preparam viagens espaciais para turistas que irão abrir as fronteiras da gravidade zero para todos. A procura de vida extraterrestre recebeu um novo impulso para descobrir se podemos sobreviver longe da Terra e como. Enquanto contemplamos o nosso planeta azul de longe, tentamos compreendê-lo melhor e salvá-lo da destruição. Ao mesmo tempo, demos também os primeiros passos em direção à conquista de novos lugares, como a Lua e Marte, e em poucas décadas vamos começar a estabelecer colónias fixas. 

 

 

Só que o espaço está cheio de ameaças, desde o lixo espacial criado por nós, até aos mistérios e perigos escondidos no abismo obscuro do Universo.

 

 

De 19 a 26 de Janeiro (quintas-feiras), pelas 21:30, pode ser ser visto o documentário “EUA, Uma Nação Armada”. Este documentário está dividido em duas partes. 

 

 

A primeira parte, “NRA:O Poder das Armas”, pode ser vista no dia 19 de Janeiro. Existem 300 milhões de armas e nenhuma maneira de as controlar. Nos EUA o direito ao uso e porte de armas converteu-se num dogma, a imagem de marca dos americanos, o símbolo da liberdade. E ninguém fez mais por isso do que a NRA, a Associação Nacional de Rifle. De um pequeno grupo de desportistas e entusiastas das armas, o NRA converteu-se numa das forças políticas mais poderosas da primeira potencia mundial. 

 

 

Aliás, a NRA demonstrou o seu público à candidatura de Donald Trump nas últimas eleições americanas. O seu poder permitiu-lhes aniquilar qualquer avanço face à limitação da segunda emenda da Constituição norte americana e o controlo das armas no país. Este documentário analisa a sua evolução e força actual, com entrevistas a alguns dos seus membros mais destacados, como Wayne LaPierre, assim como membros do congresso, oficiais da Casa Branca (antigos e actuais), o Vice-Presidente Joe Biden, e familiares de vítimas dos massacres de Newtown e Columbine.

 

 

A segunda parte, “Armas nos EUA”, pode ser vista no dia 26 de Janeiro às 21:30. No EUA circulam hoje mais de 300 milhões de armas de fogo, e quase trinta pessoa morrem diariamente por ferimentos de balas. Este documentário submerge-se na cultura de violência e armas, e na sua evolução, desde os primeiros colonos até à Guerra Civil, a violência dos grupos do século XIX, os gangsteres do loucos anos 20, e a batalha pelos direitos civis. 

 

 

Com entrevistas a Bill Cosby, Frank Serpico e David Keene, presidente da NRA (Associação Nacional de Rifle), entre outros, este documentário analisa a complexa vinculação das armas com a violência, e a guerra cultural entre os críticos e os defensores do direito ao uso e posse de armas na América do Norte.

 

 

O último dos destaques é “The Missing Evidence-Mistérios por Resolver” estreia no dia 04 de Janeiro, quarta-feira, às 21:30 e vai mostrar seis mistérios interessantes por resolver que continuam a dominar as manchetes em todo o mundo. Novas evidências. Testemunhos inéditos. E a aplicação das novas tecnologias. 

 

 

Será que Robert Kennedy esteve envolvido na morte de Marilyn Monroe? Qual foi a prova chave que não apareceu no relatório oficial do colapso das Torres Gémeas? Quem era na realidade Jack o Estripador? Por que é que acontecem tantos acidentes noTriângulo de Nevada? Qual é a origem da lenda do Monstro do Lago Ness? E o BigFoot? 

 

 

“The Missing Evidence-Mistérios por Resolver” vai explorar alguns dos mistérios mais mediáticos para chegar à verdade definitiva.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.