O Odisseia viaja pelo mundo em busca de culturas ancestrais

odisseia

 

Em Dezembro o canal Odisseia viaja pelo mundo em busca de culturas ancestrais. Todas as sextas-feiras um conjunto de documentários, “Especial Culturas Ancestrais”, vai aproximar o espectador da verdadeira história da humanidade. Nestes dias, que são também momentos de  reflexão sobre a comunidade global e sobre o individuo, o canal destaca seis estreias inéditas às 21:10.

 

 

Maravilhosas culturas e diferentes identidades, desfilam pela passadeira vermelha do Odisseia a partir do dia 02 de Dezembro com a estreia de “Angola, As Tribos Esquecidas”, um documentário que reflecte o estilo primitivo de vida de algumas das mais isoladas tribos de Angola e “Mustang, O Reino dos Cavalos”, uma região onde o cavalo não é só um modo indispensável de transporte, mas também uma condição social, um símbolo de riqueza e um ícone religioso.

 

 

Uma semana depois, dia 09 de Dezembro, o espectador viaja até “Naachtun, em busca da última cidade Maia”, localizada no norte de Guatemala, uma cidade abandonada à mercê da densa vegetação, que está a renascer lentamente, graças às técnicas arqueológicas modernas para revelar a sua maravilhosa riqueza histórica.

 

 

Os aborígenes australianos foram das primeiras pessoas a saírem de África, foram os primeiros a cruzar um oceano, protagonizaram alguns dos primeiros rituais com cremações, inventaram tecnologias como o bumerangue, desenharam as primeiras caras humanas, criaram mapas e fizeram pinturas narrativas. O documentário de dois episódios “Os Primeiros Australianos”: “Super Nómadas” e “A Grande Inundação”, retrata o lar da cultura viva mais antiga do mundo, dia 16 de Dezembro.

 

 

“Kumbh Mela”, com estreia marcada dia 23 de Dezembro, é um documentário excepcional que desvenda a infinita diversidade do hinduismo e as suas distintas formas de culto tão coloridas e enigmáticas, através de um dos festivais hinduistas mais famosos do mundo, que decorre na cidade sagrada de Allahabad.

 

 

Este especial sobre as culturas ancestrais encerram no dia 30 de dezembro, com a “Expedição do Sherpa”,  uma aventura na companhia de quatro Sherpas, que não é apenas uma viagem ao Nepal, aos picos mais desafiadores do mundo, é também uma viagem extraordinária no tempo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.