O programa de fidelização Discovery atinge os 10 milhões de membros

hospitality

 

 

O programa de fidelização Discovery, da Global Hotel Alliance, atinge os 10 milhões de membros. Este programa é cada vez mais importante para as 34 prestigiadas marcas que compõe esta que é a maior aliança mundial de marcas de hotéis independentes.

 

 

 

Em Portugal, as únicas insígnias Discovery são os hotéis pertencentes ao Grupo Tivoli, AVANI e Anantara. Estas são algumas das marcas que pertencem ao Global Hotel Alliance. Esta aliança foi criada para integrar as marcas de uma forma mais efectiva face a uma enorme consolidação das principais companhias hoteleiras e ao crescente poder de marketing das agências de viagens online.

 

 

 

O programa Discovery ajuda a fidelizar os clientes. Aliás, este programa está a crescer a um ritmo de 250 mil novos membros por mês. Os esforços de marketing realizados neste programa não incentivam apenas à estadia no mesmo hotel ou marca mas também estimulam uma estadia cross-brand. A perspectiva é que a receita exceda os 100 milhões de dólares, já este ano.

 

 

 

A receita proveniente da estratégia de cross-brand tem vindo a crescer, de forma consistente, 25 a 30% por ano, à medida que a nossa base de dados aumenta e que as nossas estratégias de marketing e tecnologias de tratamento de dados se tornam mais sofisticadas. Para alguns hotéis, especialmente em cidades-chave, podem representar milhares de novas dormidas ou até 5% em ocupação adicional“, afirma o CEO da GHA, Chris Hartley, sobre o facto de muitos hotéis membros deste programa terem vindo a registar um crescimento na ocupação.

 

 

 

Os 10 milhões de membros do programa Discovery são incentivados a experimentar diferentes marcas através da oferta de recompensas com Experiências Locais únicas. A Outrigger Resorts juntou-se à GHA em Outubro de 2016 e, de um momento para o outro, foi capaz de apresentar as suas propriedades de Honolulu, bem como as da Ásia-Pacífico e do Oceano Índico, a 4,5 milhões de clientes provenientes dos Estados Unidos e a outros milhões de todo o mundo.

 

 

 

Este é um negócio que permite um crescimento instantâneo a um custo de venda muito baixo“, salienta Sean Dee, Executive Vice-president e Chief Marketing da Outrigger.

 

 

Já a Kempinski Hotels, empresa fundadora e acionista da GHA, está neste momento num processo de abertura do seu primeiro hotel de luxo em Cuba. Mesmo estando a abrir o seu primeiro Hotel neste local, poderão contar com uma base de dados já existentes de clientes dos EUA.

 

 

 

Apesar de a Kempinski estar a abrir o seu primeiro hotel no continente americano, temos já acesso a milhões de clientes na nossa zona geográfica, sendo que a maioria nunca esteve em Cuba mas tem vontade de visitar“, refere Xavier Destribats, Chief Operating Office da Kempinski para a América e Managing Director do Kempinski em Havana.

 

 

 

O programa Discovery foi lançado em 2016 e desde então já se tornou no sistema de reservas com o crescimento mais rápido, tendo já gerado reservas de valor de milhões de dólares. “Porém, o mais interessante é que 55% dessas reservas são de clientes que querem experimentar novas marcas. E, curiosamente, a maior fonte de reservas não é os EUA, mas a China“, explica Folker Heim, Head of Loyalty da GHA, sobre o facto de a base de clientes da China estar a subir cada vez mais, já chegando aos 700 mil clientes. A GHA vai abrir um centro de atendimento para os membros chineses e o website já disponibiliza a oportunidade de navegação nesta língua.

 

 

 

De acordo com o CEO da GHA, são inúmeros os planos para o futuro, incluindo a Inteligência Artificial.

 

 

 

O nosso próximo grande investimento vai ser no tratamento de dados e na inteligência artificial“, explica Hartley. O uso da IA vai ajudar na personalização de conteúdos de forma individual para cada um dos clientes que está inserido na base de dados do Discovery. O que vai aperfeiçoar os resultados de marketing e ajudar na sua estratégia de desenvolvimento.

 

 

 

O sucesso contínuo da GHA está na partilha de dados entre os seus membros e na expertise da GHA na utilização desses dados para gerar vendas. À medida que a GHA otimiza este aspeto, marcas vincadamente independentes como a Omni e outras insígnias parceiras da GHA têm maior oportunidade de superar as agências online e os grandes grupos consolidados“, refere Peter Strebel, Chief Marketing Officer da Omni e membro do conselho de administração da GHA que neste momento está a procurar novos parceiros em França e Itália, devido à forte procura de ambos os mercados pelos membros do programa Discovery.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.