Odisseia aborda resultados de uma alimentação insustentável

 

 

 

Bill Gates (Microsoft), Evan Williams (Twitter) ou Sergey Brin (Google), são alguns dos nomes a trabalhar nos “Alimentos 3.0”, as tendências e soluções que darão forma à comida do futuro e que serão desvendadas no Odisseia a partir de terça-feira, 15 de Janeiro.

O que temos no nosso prato é o melhor para o planeta? É o que ficaremos a saber em “Alimentos 3.0”, uma inovadora série documental de três episódios de sessenta minutos, que o Odisseia exibe todas as terças-feiras, sempre às 22:35 e que pretende explorar as primeiras consequências de um modelo de alimentação insustentável.

No primeiro episódio, “Alimentos Tecnológicos”, com estreia marcada dia 15 de Janeiro, os multimilionários de Silicon Valley propõem-se a acabar com a agricultura e a criação de gado intensiva, resolver os problemas da obesidade, a desnutrição e a fome no mundo. Neste episódio, o espectador ficará a saber os benefícios, as consequências e as características dos novos produtos emergentes.

No dia 22 de Janeiro, estreia o episódio “Alimentos Biológicos”, que aborda a necessidade de promover uma agricultura mais sustentável e mais respeitadora do meio ambiente, invocando o debate entre os defensores da agroecologia mais tradicional e os que defendem uma nova agricultura tecnológica.

O caminho em direcção aos alimentos geneticamente modificados parece irremediável. No último episódio, “Alimentos Transgénicos”, que o Odisseia estreia dia 29 de Janeiro, o espectador fica a conhecer o primeiro mercado de animais geneticamente modificados e a fiabilidade da indústria alimentar resultante da manipulação genética e da clonagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.