Odivelas: 6 Detidos por furto de catalisadores em 9 dias

O Comando Metropolitano de Lisboa da PSP, através da Divisão Policial de Loures, no dia 28 de setembro, em Odivelas, procedeu à detenção, em flagrante delito, de dois homens, com 36 e 51 anos de idades, por serem suspeitos da prática do crime de furto de catalisadores de automóvel.

Pelas 12h15, a PSP recebeu a informação de que estaria a decorrer um furto em viatura, tendo de imediato deslocado polícias para o local, verificando dois indivíduos junto de uma viatura estacionada, os quais estariam, com o auxílio de ferramentas mecânicas, a desencadear a ação de corte do sistema onde estava instalado o catalisador da viatura.

Os polícias ao verificarem o comportamento dos agora detidos, implementaram as medidas de segurança necessárias perante o quadro que lhes era apresentado, foram inequívocos nas ordens dadas e intercetaram com sucesso os dois indivíduos a cometer o crime em flagrante delito.

No decurso das diligências policiais, foi possível apurar que estes detidos já teriam consumado o furto de um catalisador de uma outra viatura estacionada na mesma área. Para além do material furtado, foram também apreendidas as ferramentas utilizadas para a prática deste tipo de ilícitos.

Já no dia 19 de setembro, pelas 17h00, na Pontinha, os polícias da Esquadra local procederam também à detenção de três homens, com idades compreendidas entre os 26 e os 30 anos de idade, pela prática do crime de furto de catalisadores de automóvel.

Os detidos, todos eles não residentes nos Concelhos de Loures e Odivelas, possuíam ainda na sua esfera de domínio um amplo catálogo de prova da atividade criminal, nomeadamente uma rebarbadora e um macaco hidráulico.

Também no dia 21 de setembro, polícias da Divisão Policial de Loures intercetaram e detiveram em flagrante delito um homem, com 37 anos de idade, também pelo crime de furto de catalisadores de automóvel, na zona de Odivelas. Pelas 14h30, foi enviada uma equipa de investigação criminal para o local onde havia notícia de que poderia estar em curso um crime e, ao aproximar-se do local, verificou um suspeito a desenvolver a ação de corte do sistema onde estava instalado o catalisador da viatura, pelo que foi intercetado e detido.

O Comando Metropolitano de Lisboa da PSP acredita que estas detenções revertem dos contínuos esforços levados a cabo para a diminuição deste fenómeno criminal, sobretudo pela dissuasão de grupos de autores com pretensões ilícitas, dando continuidade às investigações criminais que estão em curso no sentido de apresentar mais suspeitos perante as autoridades judiciais, bem como manterá as medidas de prevenção criminal necessárias ao fortalecimento do sentimento de segurança das populações, em geral, e das vítimas deste tipo de crimes, em particular.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.