Onda de Assaltos na Grande Lisboa: PSP deteve suspeito de 6 crimes de roubo Agravado

O Comando Metropolitano de Lisboa da PSP, através da Divisão de Investigação Criminal, deteve 1 homem, do sexo masculino, com 42 anos, pela prática de 6 (seis) crimes de roubo Agravado.

Os investigadores da PSP, na prossecução de uma estratégia de combate e prevenção à criminalidade violenta e grave, direccionada, entre muitas, à que vem sendo cometida com armas, rapidamente detetou um foco de roubos praticados com recurso a uma viatura, também esta roubada recentemente na zona de Coimbra.

No pretérito dia 19 de Janeiro, em Coimbra, o arguido, alegadamente, com recurso a uma faca, roubou uma viatura, dirigindo-se de seguida para a zona da grande Lisboa onde veio a cometer uma série de assaltos a estabelecimentos comerciais – lojas e posto de abastecimento de combustível, com recurso a ameaça aparente de arma de fogo e também de armas brancas, utilizando a viatura ante mencionada, como veículo de fuga dos locais. O suspeito terá cometido, pelo menos, 6 crimes de roubo agravado, que lhe permitiram obter ilegalmente uma maquia próxima dos 6000€.

Assim, a PSP, entre as suas várias valências, de investigação criminal e segurança pública, montou uma operação especialmente direccionada para a captura deste suspeito, vindo a fazê-lo com sucesso na madrugada de 25 de Janeiro, vindo a interceptar este juntamente com a viatura, estando este na posse de alguma quantidade de estupefaciente destinada a satisfazer os seus problemas de adição. Foi assim detido em flagrante delito pelo Roubo de Uso da viatura roubada.

A investigação que já decorria há uns dias, perante a oportunidade de identificação e detenção do visado nas horas subsequentes à detenção, carreou prova suficientemente indiciária que o ligou, por ora, à prática de pelo menos 6 crimes de roubo agravado, havendo todavia uma série de outras diligências a realizar e que poderão culminar na sua ligação a outros factos violentos cometidos num passado recente.

Fortes também recolhidos indícios fortes relativos à autoria do roubo da viatura, investigação que será eventualmente conexa aos factos cometidos no distrito de Lisboa numa fase processual posterior.

O detido foi presente no Tribunal Judicial da Comarca de Lisboa – Juízo de Instrução de Lisboa, para 1.º Interrogatório Judicial, tendo sido aplicado ao mesmo a medida de coação mais gravosa de Prisão Preventiva.

O detido apresentava um longo historial de crimes contra o património, tendo inclusive sido detido e indiciado pela PSP em factos igualmente violentos, roubos agravados e sequestros, que resultaram na sua condenação a uma pena de 9 anos de prisão, tendo este saído em liberdade condicional há pouco mais de 6 meses.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.