Os Consumidores estão cada vez maiz desinformados sobre os seus direitos

portal da queixa

 

 

Segundo o Portal da Queixa (que foi lançado em 2009), os consumidores portugueses estão desprotegidos e desinformados sobre os seus direitos.

 

 

 

Em 2017, o número de queixas no portal (que funcionam como alertas) aumentaram na ordem dos 85%, demonstrando que os consumidores portugueses não estão devidamente esclarecidos e informados acerca dos seus direitos como compradores.

 

 

 

Se, por um lado, reconhece-se que as novas tecnologias e a internet vieram facilitar o contacto entre compradores e vendedores, por outro lado, constata-se que trouxeram novos riscos para a sociedade de consumo. A falta de informação e experiência colocam os consumidores numa posição fragilizada, não estando estes, na sua grande maioria, preparados para identificar se estão perante práticas abusivas ou fraudulentas.

 

 

 

O CEO do Portal da Queixa, explica esta fragilidade da seguinte forma: “Os portugueses vão estando conscientes dos seus direitos, no entanto, os seus mecanismos de defesa estão obsoletos face às novas estratégias de vendas que são, cada vez mais, agressivas. O consumidor actual tem de estar mais atento, sendo crucial que tenha um maior conhecimento na compra, caso contrário, será um alvo fácil”.

 

 

O Portal da Queixa (que é visitado todos os meses por meio milhão de portugueses) defende, no âmbito do Dia Mundial dos Direitos do Consumidor (15 de Março), a necessidade de haver uma maior informação prestada pelos organismos de proteção ao consumo e aos consumidores.

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Notícia publicada a 12/03/2018


About the author /


Post your comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

_