BTL3

 

Numa parceria entre o Município de Odemira e o Odisseias, foi apresentado esta quarta feira na BTL, o Pack Descobrir Odemira. Este pack encontra-se à venda em vários pontos, tal como todos os packs Odisseias, cujo produto é sobejamente conhecido.

 

 

Neste pack há várias experiências das quais poderá disfrutar, desde a aventura ao desporto, da estadia até aos passeios, são muitas as hipóteses pelas quais pode optar.

 

 

Este é um pack Odisseias, é uma empresa implementada no território, tem os seus pontos de venda que são muito importantes e visitados por milhares de pessoas durante todo o ano, portanto a expectativa que temos é que este pack possa ser vendido nessas lojas, nos centros comerciais, nos centros de revenda, e que com isso se possa levar mais além o nome de Odemira. A expectativa é grande obviamente, acreditamos que isto vai trazer mais gente a Odemira, não só do ponto de vista directo, com a compra do pack, mas também do ponto de vista indirecto com o disseminar do nome do destino” começa por nos dizer o vice-presidente da Câmara Municipal de Odemira, Ricardo Cardoso.

 BTL7

Falando de Odemira, “estamos a falar do maior concelho do país, com 1721 Km2, às vezes é bom comparar-se para se ter bem a noção, Odemira é duas vezes e meia a Ilha da Madeira, é maior que o mais pequeno distrito do país, somo realmente muito grandes, e o facto de sermos muito grandes também nos dá o facto de ter muita diversidade, e obviamente que não escondemos isso. Temos um litoral absolutamente extraordinário, mas no interior também temos muita atracção. Eu diria que aquilo eu marca claramente Odemira é a água, temos 55 Km de costa, temos um rio navegável em 30 Km e um dos menos poluídos da Europa, o Rio Mira, e temos depois no interior uma albufeira espectacular, que é a Albufeira de Santa Clara. Portanto, todos os que queiram visitar Odemira vão ser confrontados com essa imensidão de água, numa das suas vertentes. Como somos também um território em que praticamente metade é Parque Natural e Rede Natura, a natureza é um expoente importante do nosso território, e portanto propicia muitos os desportos, a aventura, o ar livre e é nessa vertente que temos apostado. Temos a nossa Rota Vicentina que tem atraído milhares de pedestrianistas, vamos ter também uma rede reciclável mais ligada ao MTB, BTT, uma rede com 1200 Km, e portanto é esse o nosso caminho. Queremos também atrair muitas pessoas fora da época alta”, acrescenta-nos.

 BTL4

E nem mesmo o crónico problema das acessibilidades e da rede de transportes afecta o turismo, pois, “as acessibilidades são acessibilidades que eu caracterizaria como diferentes, mas isso é uma oportunidade. Obviamente que quem quer chegar mais depressa, pode aqui e ali ter condicionantes, mas na verdade até essa chegada pode ser encarada como reconhecimento do território, a envolvente é muito bonita, há estradas que são quase panorâmicas, e portanto essa não me parece que seja uma dificuldade que impeça as pessoas de virem a Odemira, e com isso tornar Odemira cada vez mais acessível a todos os que querem fazer turismo em Portugal”.

 BTL5

Em termos de balanço de 2016, relativamente ao turismo, e às previsões para 2017, Ricardo Cardoso afirma que “os dados que temos são dados regionais, no Alentejo o turismo cresceu, estamos a crescer bastante, cerca de 10% por ano, conhecendo o Alentejo não é difícil imaginar que o litoral tem aqui um contributo importante, portanto estaremos bem acima dessa percentagem. O contributo de Odemira é no valor aproximado dos 20%/ano em termos de crescimento. O que é normal. Os dados que temos são dos visitantes dos postos de turismo, eles estão a aumentar ano após ano, outros dados importantes é da oferta, neste momento crescemos em número de alojamentos locais, exponencialmente, há 3 anos andava à volta de 50 e neste momento são quase 300 alojamentos locais. O Alojamento Turístico de grande qualidade em pequenas unidades também temos crescido bastante, quase que duplicámos nos últimos anos, e portanto esses números da oferta são claramente o indicador que as pessoas procuram, precisam de ficar em Odemira e nós ficamos satisfeitos”.

Rui Lavrador

Iniciou em 2011 o seu percurso em comunicação social, tendo integrado vários projectos editoriais. Durante o seu percurso integrou projectos como Jornal Hardmúsica, LusoNotícias, Toureio.pt, ODigital.pt, entre outros Órgãos de Comunicação Social nacionais, na redacção de vários artigos. Entrevistou a grande maioria das personalidades mais importantes da vida social e cultural do país, destacando-se, também, na apreciação de vários espectáculos. Durante o seu percurso, deu a conhecer vários artistas, até então desconhecidos, ao grande público. Em 2015 criou e fundou o Infocul.pt, projecto no qual assume a direcção editorial.

Rui Lavrador has 6601 posts and counting. See all posts by Rui Lavrador

Rui Lavrador

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.