Sensivelmente Idiota destaca “Mulheres democratas interessadas num país com equidade económica” candidatas à Presidência da República

O humorista Diogo Faro, conhecido como Sensivelmente Idiota, veio enaltecer a decisão de duas mulheres (Ana Gomes e Marisa Matias) candidatarem-se à Presidência da República.

Imaginem que a vossa masculinidade é tão frágil, tão frágil, que assim que a Ana Gomes anuncia a sua candidatura vão para o Twitter espumar-se todos de raiva com a ideia de ficar atrás de uma mulher. Não é que isto surpreenda alguém, mas é bastante revelador. “Que nojo, mulheres! Se perder para uma mulher, faço beicinho, demito-me e nunca mais como legumes na vida!”. Ok, facho. Como se alguma coisa do que dizes fosse verdade. Irónico ter usado “histérica” como clássico insulto misógino que é, tendo um comportamento precisamente histérico. Eu sei que Portugal ainda é intrinsecamente machista e com mesmo muito por fazer nesse campo, mas quão triste era termos um Presidente que despreza as mulheres assim? De “as mulheres são umas histéricas” até ao “grab’em by the pussy” de Trump e ao “é tão feia que nem para violar serve” de Bolsonaro, é um tirinho. É exactamente o mesmo pensamento machista de quem tem mais medo de mulheres do que de passar vergonhas em público. Por isso, nem me vou alongar mais sobre o patético facho, porque no ano em que temos este machista racista como candidato, também temos duas grandes mulheres a sê-lo e é isto que tem que nos dar esperança. Mulheres democratas interessadas num país com equidade económica (portanto incluindo a valorização de coisas como a saúde e educação pública), com igualdade de género, com direitos LGBTI+, que não têm medo de assumir que Portugal é racista e xenófobo, para que daí se possa combatê-lo. Louvemos as mulheres candidatas. Chega de patriarcado e do outro cujo nome nem me apetece escrever“, escreveu no Facebook, em legenda a fotografias das candidatas e uma outra na qual surge escrito “Ana Gomes e o Outro“.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.