Paredes: Pulseira electrónica para homem que agrediu mulher devido a ciúmes

O Comando Territorial do Porto, através do Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Específicas (NIAVE) de Penafiel, ontem, dia 24 de setembro, deteve um homem, de 44 anos, por violência doméstica, no concelho de Paredes.

Na sequência de uma denúncia por crime de violência doméstica, os militares da Guarda apuraram que o agressor estava casado há cerca de 19 anos com a vítima, uma mulher de 37 anos, e há cerca de dois anos, começou a demonstrar vários comportamentos violentos, movido por ciúmes, acusando-a de manter relações extraconjugais, exigindo-lhe diariamente o seu telemóvel a fim de controlar todas as chamadas telefónicas efetuadas. A vítima chegou a ser ameaçada de morte com recurso a armas brancas e que seria incinerada com recurso a gasolina, pelo que, com receio da sua própria vida e a dos seus dois filhos menores, que tem em comum com o agressor, decidiu fugir da sua residência para salvaguarda da integridade física e psicológica dos mesmos.

O suspeito foi detido e presente, ontem, dia 24 de setembro, a primeiro interrogatório judicial no Tribunal Judicial de Penafiel, onde lhe foram aplicadas as medidas de coação de afastamento da vítima numa distância de 500 metros e proibição de contacto com a vítima por qualquer forma ou meio, controlado por pulseira eletrónica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.