Penafiel: Condenado com pena suspensa por violência doméstica, voltou a agredir e ameaçar de morte a vítima

O Comando Territorial do Porto, através do Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Específicas (NIAVE) de Penafiel, no dia 14 de Julho, deteve um homem de 48 anos, por violência doméstica, no concelho de Penafiel.

No âmbito de uma investigação pelo crime de violência doméstica, os militares da Guarda apuraram que o suspeito se divorciou da vítima, de 42 anos, há três anos, depois de um casamento de 20 anos marcado por vários episódios de violência física, psicológica e emocional, que culminou numa condenação do suspeito pelo crime de violência doméstica, com pena suspensa de três anos e três meses, que ainda se encontra a cumprir. No entanto, o suspeito continuou a efectuar perseguições à vítima, vigiando-a no percurso até ao local de trabalho, fazendo rondas à sua actual residência, onde a ameaçava de morte.

O suspeito, com antecedentes criminais pelo crime desta natureza, é caracterizado como um indivíduo impulsivo, controlador e possessivo, sendo a sua agressividade potenciada pela reconhecida dependência alcoólica de que padece e que o transforma numa pessoa de comportamentos impulsivos e imprevisíveis, factos que levaram à sua detenção.

O detido foi presente a primeiro interrogatório judicial, no dia 15 de Julho, no Tribunal de Instrução Criminal de Marco de Canaveses, onde lhe foram aplicadas as medidas de coação de afastamento da residência comum do casal, proibição de contactos com a ofendida por qualquer forma ou meio, e ainda proibição de se aproximar da vítima, sendo controlado por pulseira electrónica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.