Penafiel: Pulseira electrónica por violência doméstica

 

 

O Comando Territorial do Porto, através do Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Especificas do Porto, hoje, dia 7 de Março, deteve um homem de 55 anos por violência doméstica, na localidade de Vila Nova de Gaia.

No âmbito da investigação por violência doméstica, a GNR apurou que a vítima, de 55 anos, nos últimos meses, era aterrorizada pelo agressor, em virtude deste ter rejeitado a sua decisão de não reatar a relação de namoro, pelo que a perseguia, vigiava-a e intimidava-a, com ameaças de morte, em qualquer lugar onde a mesma se encontrasse, tentando controlar a sua vida e as suas rotinas em sua casa, no local de trabalho ou outros locais públicos.

O suspeito chegou a agredir a vítima fisicamente, sendo violento com as pessoas que a tentassem defender.

Após ter sido presente ao Tribunal de Instrução Criminal do Porto, foram aplicadas ao detido as medidas de coação de afastamento da residência da ofendida e proibição de a contactar por qualquer meio ou qualquer lugar, sendo controlado por meios de controlo à distância (pulseira electrónica). O suspeito ficou ainda proibido de adquirir armas de fogo ou armas brancas, tendo de efectuar apresentações diárias no posto policial da sua área de residência.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.