Portugal marca presença na World Travel Market, a maior feira britânica de Turismo e uma das mais importantes a nível mundial, que se realiza de 4 a 6 de Novembro, no Excel London.

A participação nacional é coordenada pela Associação Turismo de Lisboa e integra 93 empresas e as sete Agências Regionais de Promoção Turística (Porto e Norte, Centro, Lisboa, Alentejo, Algarve, Madeira e Açores), que ocupam um stand de 812 metros quadrados dedicado à promoção do destino.

A presença na WTM vem complementar um conjunto de acções promocionais desenvolvidas junto deste mercado, o maior emissor de turistas para Portugal, responsável por 2 milhões de hóspedes, 9 milhões de dormidas e 2,8 mil milhões de euros em receitas em 2018.

Portugal foi pioneiro na adopção de um plano de contingência, precisamente para manter esta performance e minimizar quaisquer impactos que um eventual Brexit possa vir a ter no turismo e na capacidade de os britânicos viajarem para o estrangeiro. O objectivo é que mantenham as condições de viagem de que beneficiam actualmente, designadamente, isenção de vistos, criação de corredores dedicados nos aeroportos, utilização dos seguros de saúde e reconhecimento das cartas de condução.

Para que os cidadãos britânicos saibam que serão sempre bem-vindos no nosso país, para além da campanha #Brelcome, as medidas adoptadas incluem também uma linha de atendimento online, uma área informativa específica no portal VisitPortugal, o reforço da equipa do Turismo de Portugal no Reino Unido e a aposta na diversificação de produtos e em novos segmentos, de que é exemplo a criação do Portugal Health Passport.

Considerando a importância do Reino Unido enquanto mercado emissor de turistas, o plano de investimento desenvolvido pelo Turismo de Portugal prevê: a organização de Press e Fam Trips e de acções específicas com operadores turísticos e companhias aéreas; a definição e implementação do “Plano de Sazonalidade do Algarve” através do qual serão realizadas campanhas com diversas companhias aéreas no período de inverno; e também a concretização do “Plano de Contingência da Madeira” que visa a promoção desta região como um destino que pode ser visitado ao longo de todo o ano.

O mercado britânico continua a demonstrar um comportamento positivo em 2019, comprovando que os esforços promocionais do destino estão a resultar, com um crescimento de 6% em número de hóspedes e de 8,1% em termos de receitas, desde o início do ano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.