Prisão preventiva por Violência Doméstica e homicídio qualificado na forma tentada

O Comando Metropolitano de Lisboa da Polícia de Segurança Pública, através da Divisão Policial de Sintra, no dia 19 de novembro, no cumprimento de um mandado de detenção emanado por Autoridade Judiciária, procedeu à detenção de um homem, com 43 anos de idade, por ser suspeito da prática de um crime de Violência Doméstica, em concurso efectivo com dois crimes de homicídio qualificado na forma tentada.

No âmbito de uma investigação efectuada pela equipa especializada nos crimes de violência doméstica, os polícias da PSP apuraram que os primeiros fatos ocorreram no final do mês de Setembro, quando a vítima comunicou ao suspeito que tinha intenção de colocar termo ao relacionamento que mantinham, do qual têm dois filhos em comum, menores de idade, porquanto a vitima não aguentava mais ser agredida física e verbalmente.

No início do mês de novembro do corrente ano, a vítima deslocou-se á residência comum do casal, na companhia do seu actual companheiro, visando ir buscar bens pessoais, não se encontrando o suspeito na residência.

No entanto, aquando da chegada do mesmo à aludida residência verificaram-se desentendimentos, tendo o suspeito arremessado um frasco de ácido sulfúrico na direcção do actual companheiro da vítima, provocando-lhe ferimentos graves, o qual ainda permanece internado com prognóstico reservado.

O suspeito sabia que o objecto que utilizava (ácido sulfúrico), atenta a sua natureza e características, era potencialmente perigoso e apto a retirar a vida.

Não obstante todos os factos gravosos o suspeito continuou a enviar mensagens de teor ameaçador através das redes sociais.

O detido foi presente ao Tribunal Judicial da Comarca de Lisboa Oeste, Núcleo de Sintra, para 1º Interrogatório Judicial, tendo-lhe sido decretada a medida de coação mais gravosa de Prisão Preventiva.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.