Prostituto travesti detido após assaltar clientes em Lisboa

O Correio da Manhã revela que um homem de 36 anos, “que assumiu à polícia a profissão de prostituto travesti, foi detido por um roubo violento no Martim Moniz, em Lisboa, mas os investigadores da PSP conseguiram relacioná-lo a uma vaga de assaltos contra outros homens que recorriam aos serviços sexuais do suspeito, foi esta quarta-feira anunciado“.

O mesmo órgão apurou junto de fontes policiais que este indivíduo, Segundo apurou o CM junto de fontes policiais, o detido tem mais de 80 registos na PSP.

Dedica-se à prostituição e serve-se desta atividade para atrair clientes e, com este ardil, colocá-los numa situação vulnerável, vindo a ameaçá-los com armas, retirando-lhes todos os seus pertences“, refere a polícia.

O CM acrescenta ainda que no “domingo, empurrou um homem de 23 anos para as escadas do parque subterrâneo da praça da Figueira e, apontando a faca ao pescoço da vítima, ficou-lhe com 50 euros e cartões bancários. Foi interceptado pouco depois, mas libertado por falta de flagrante. O travesti, que vivia junto ao Rossio, foi detido terça-feira na calçada da Mouraria. A PSP já o relacionou a pelo menos mais dois roubos e tenta ligá-lo a outros“.

Após ser presente a tribunal, ficou em prisão preventiva na cadeia de Lisboa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.