PS pode impor disciplina de voto no aumento do IVA nas Touradas

No próximo dia 6 de Fevereiro há votação final global do orçamento de estado, na Assembleia da República.

Uma das propostas mais polémicas é a subida, proposta pelo governo, do IVA nas Touradas de 6 para 23%.

E o PS pode mesmo impor disciplina de voto. Basta recordar que Ana Catarina Mendes, líder parlamentar do PS, revelou em Dezembro que “se houver necessidade, o grupo parlamentar também é livre de apresentar propostas de alteração ao orçamento de Estado”, em entrevista à Antena 1.

Mas garantiu que na votação do orçamento não há liberdade de voto. Quanto à votação do orçamento, não haverá liberdade de voto.

Hoje, 28 de Janeiro, foram entregues 1292 alterações ao orçamento. Distribuídas da seguinte forma: PCP (308), PAN (234), Bloco de Esquerda (234) PSD (133), PS (99), CDS (46), “Os Verdes” (67), Chega (99), Iniciativa Liberal (65) e Livre (52).

O PSD propôs a manutenção do IVA das touradas, idêntico ao dos restantes espetáculos culturais (6 por cento). O PAN propôs o aumento do IVA nas Touradas de 6 para 23%.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.