O Comando Metropolitano de Lisboa da PSP, através da Divisão Policial de Loures, no dia 23 de Abril, apurou que numa residência, em Loures, se encontrariam diversas espécies de aves em cativeiro, sendo a detenção de algumas destas espécies exóticas, de natureza proibida. Esta informação foi recolhida através de um processo de despejo onde o ex-proprietário viria a abandonar todos estes animais, deixando-os numa situação clara de perigo.

Após diligências no sentido de averiguar a real dimensão de perigo foi possível, com o auxílio das Brigadas de Protecção Animal da PSP (BRIPA) retirar todas estas aves e transportá-las para um local seguro. No total foram salvas 21 aves, que serão entregues ao Instituto da Conservação da Natureza e Florestas, onde ficarão sob observação recebendo os cuidados necessários para a sua reintegração em vida selvagem:

· 2 Verdilhões – carduelis chloris

· 7 Tentilhões – fringilla coelebs

· 6 Pintassilgos – carduelis carduelis

· 2 Dom Fafe’s – pyrrhula pyrrhula

· 2 Lugres – carduelis spinus

· 2 Kakarikis – cyanoramphus novaezelandiae

A jusante serão desencadeados os necessários esforços instrutórios por parte da PSP e demais entidade com competência nesta matéria, no sentido de apurar toda a responsabilidade contra-ordenacional que impenderá sobre o antigo proprietário dos animais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.