Rei emérito Juan Carlos sob suspeita de ser responsável por morte de jovem amante grávida…

A televisão espanhola Telecinco deu conta, este fim-de-semana, de uma história cujos acontecimentos remontam a 1977 e envolvem o rei emérito Juan Carlos.

A morte de Sandra Mozarowsky foi abordada no programa Viva La Vida.

A jovem atriz, de 18 anos, grávida de cinco meses, apareceu morta e as autoridades avançaram ter-se tratado de um suicídio.

Contudo esta tese sempre levantou dúvidas porque havia suspeita, e havia boatos, de que tinha uma relação sentimental com o então príncipe Juan Carlos.

‘Viva la Vida’ entrevistou o jornalista e escritor Javier Bleda, autor de ‘Sua Majestade Sandra Mozarowsky. A rainha do cinema espanhol’ um livro que fala dos acontecimentos de 1977 e que mancha a reputação do rei emérito.

Javier Bleda que afirmou “Juan Carlos tinha uma monarquia oferecida por Franco. Essa estrutura podia cair, não porque o rei tinha uma amante, mas porque tinha deixado uma mulher grávida, e não esqueçamos que ela era menor quando começou a andar com ele“.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.