As relações entre Portugal e a China vão estar em análise no Museu do Oriente

curso_imperio

 

O curso “Dois Impérios, cinco tempos” vai analisar as relações existentes entre Portugal e China entre o período de 1644 a 1912. Todos os sábados de manhã, de 1 de Outubro a 26 de Novembro, a China vai estar em destaque no Museu do Oriente.

 

 

Organizado em parceria com o Instituto de Estudos Orientais e a Escola de Pós-Graduação e Formação Avançada da Universidade Católica Portuguesa, pretende-se, em oito sessões, proporcionar um quadro geral das relações entre Portugal e a China durante as suas duas últimas dinastias imperiais, a de Bragança (Portugal) e a Qing (China), em articulação com a evolução histórica de Macau, porto entre os dois impérios, e com a história geral da Ásia Oriental na transição para o período colonial. A compreensão deste enquadramento é repartida em cinco tempos, que correspondem a outros tantos processos históricos, alguns dos quais com forte ligação à época contemporânea. 

 

 

O curso é orientado por Jorge Santos Alves, professor auxiliar da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas e Coordenador do Instituto de Estudos Asiáticos da Universidade Católica Portuguesa (UCP).

 

 

De 1 de Outubro a 26 de Novembro, das 10:00 às 13:00, as relações luso-chinesas vão ser aprofundadas neste curso que tem um custo de 90,00€ e um mínimo de 20 participantes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.