Revolta entre fadistas leva a marcação de manifestação diante do Museu do Fado

Como recentemente noticiamos, a Câmara Municipal de Lisboa está a apoiar casas de fado e fadistas, na sequência de todas as contingências provocadas pela Covid-19.

Este é um apoio que não está a deixar satisfeitos alguns profissionais ligados ao fado e às casas de fados, sendo que está a ser convocada, através das redes sociais, uma manifestação para mostrar ao o descontentamento à autarquia, além das dificuldades que muitos trabalhadores do sector atravessam.

Os profissionais começam por mostrar o seu desagrado pela distribuição desigual dos apoios à classe e desafiam todos a juntarem-se no dia 18 de Maio, pelas 15 horas, no Largo do Chafariz de Dentro, para manifestar o desagrado, mas mantendo todas as distâncias de segurança e usando máscara. Contudo, dia 18 de Maio, estará em vigor o Estado de Calamidade que impede ajuntamentos superiores a 10 pessoas, como hoje revelou o primeiro-ministro António Costa. Significa isto, que esta acção poderá incorrer em crime de desobediência.

Dada a actual pandemia, e além do apoio directo que a Câmara presta a algumas casas de fado, há outras iniciativas que estão a ser levadas a cabo de apoio ao sector e que aqui temos dado conta.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.