Roubo de credenciais em sites de pornografia cresceu mais de 100% em 2018

 

 

Enquanto a pornografia pode ser considerada um bom “isco” para atrair as vítimas para um site malicioso ou envolvê-las num esquema de fraude, o conteúdo para adultos em si próprio não era visto como um meio de ataque. Contudo, o novo relatório da Kaspersky Lab sobre as ameaças a utilizadores de sites para adultos em 2018 revela que a pornografia, especialmente as contas premium dos sites de pornografia com acesso a conteúdos exclusivos, estão a tornar-se cada vez mais o foco de atenção dos hackers.

O número de utilizadores atacados por malware para roubar os dados de login em sites populares para adultos aumentou para mais do dobro no período de apenas um ano, passando de 50.000 utilizadores em 2017 para 110.000 utilizadores em 2018. No total, foram detectados mais de 850.000 ataques.

As credenciais de acesso premium a sites de pornografia podem não parecer um objetivo evidente, mas o facto do número de oferta de vendas na dark web estar a aumentar, bem como os esforços de distribuição de malware, mostra que estamos perante uma actividade rentável e popular. Os utilizadores dos sites de conteúdo para adultos devem ter em conta que este tipo de malware pode passar despercebido no dispositivo de uma vítima durante muito tempo, e que podem espiar os seus comportamentos privados e permitir que outros façam o mesmo – e tudo isto sem desconectar o utilizador para não levantar suspeitas. Inclusive, aqueles que simplesmente visitam o site, mas não têm uma conta premium, podem também estar em perigo, uma vez que podem correr o risco de expor os seus dados privados”, afirma Oleg Kupreev, especialista em segurança na Kaspersky Lab.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.