RTP estreia documentário sobre a produção de azeite em Portugal

Um documentário que alerta para a importância do DOP (Denominação de Origem protegida) no azeite português a ser transmitido pela RTP 2 no dia 14 de Junho pelas 23:20.

A produção de azeite em Portugal conhece uma fase sem precedentes na sua história. Dois mundos parecem estar em oposição: por um lado, os olivais tradicionais, por outro, os olivais super intensivos, introduzidos há pouco mais de 10 anos por empresários espanhóis. O modelo veio para ficar, em particular, na área do perímetro de rega do Alqueva e permitiu relançar as exportações nacionais de azeite.

 

 

As regiões de Trás-os-Montes e do Alentejo representam as duas faces da olivicultura portuguesa numa altura em que a qualidade do azeite tem valorizado a imagem do mundo rural. Importa agora conhecer, saber provar, distinguir defeitos e virtudes do azeite, dar valor às variedades regionais de azeitona, algumas delas pouco produtivas e, por isso, ameaçadas.

 

 

Em DOP AZEITE participam alguns dos principais protagonistas do setor como José Gouveia, Ana Carrilho, Francisco Pavão, José Maria Falcão e Vasco Martins.

 

 

Uma viagem ao mundo do azeite português num documentário produzido pela RTP, com autoria de Anabela Saint-Maurice e com duração de 52 minutos. Um retrato pelo melhor dos produtos portugueses.

Rui Lavrador

Iniciou em 2011 o seu percurso em comunicação social, tendo integrado vários projectos editoriais. Durante o seu percurso integrou projectos como Jornal Hardmúsica, LusoNotícias, Toureio.pt, ODigital.pt, entre outros Órgãos de Comunicação Social nacionais, na redacção de vários artigos. Entrevistou a grande maioria das personalidades mais importantes da vida social e cultural do país, destacando-se, também, na apreciação de vários espectáculos. Durante o seu percurso, deu a conhecer vários artistas, até então desconhecidos, ao grande público. Em 2015 criou e fundou o Infocul.pt, projecto no qual assume a direcção editorial.

Rui Lavrador has 6436 posts and counting. See all posts by Rui Lavrador

Rui Lavrador

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.