Rui Maria Pêgo assume que teve “medo na rádio porque achei que podia ser despedido”, após revelar homossexualidade

Como aqui referimos, Rui Maria Pêgo foi o convidado deste sábado do programa ‘Conta-me’, da TVI, e a homossexualidade foi tema abordado.

Em conversa com Manuel Luís Goucha, recordou o dia em que, aos 19 anos, revelou a sua homossexualidade aos pais.

O grande problema dela era o que é que me aconteceria“, disse

A reação dos dois foi de medo e de alguma raiva por eu não ter dito mais cedo“, acrescentou

Na altura, trabalhava na Rádio Renascença e teve receio de ser despedido.

Tinha medo na rádio porque achei que podia ser despedido, mas aconteceu o contrário e tive ainda mais visibilidade. Não houve dúvidas nenhumas sobre a minha continuidade“, disse.

Nesta mesma conversa, explicou que “para pessoas vanguardistas, sou um beto chato“, recordando que “vivi num contexto em que em casa era livre, mas na escola não era. Venho de um círculo muito conservador, católico e beto (…) Se ando numa escola que persegue a diferença, e sou diferente… é um convite para sofrer. E sofri muito“.

Acho que já achava alguma graça aos rapazes da minha turma, mas não percebia muito bem o que era“, acrescentou

One thought on “Rui Maria Pêgo assume que teve “medo na rádio porque achei que podia ser despedido”, após revelar homossexualidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.