Santuário de Fátima considera “prematuro estarmos a responder a questões relacionadas com o 12 e 13 de Maio”

Foto: Infocul.pt

 

Na sequência da Pandemia da Covid-19 em Portugal, e no resto do mundo, e com o decreto do Estado de Emergência ficaram proibidas todas as acções de culto que reúnam conjuntos de pessoas.

O Estado de Emergência está em vigor até 4 de Abril, altura em que será reavaliado, sendo praticamente certo que se prolongará por mais 15 dias, como já admitiu o Primeiro-Ministro António Costa.

Neste sentido, o Infocul.pt contactou o Santuário de Fátima a fim de perceber como está a ser encarada esta situação, especialmente com a aproximação da grande peregrinação do 13 de Maio.

Segundo o Santuário de Fátima, “para já é prematuro estarmos a responder a questões relacionadas com o 12 e 13 de maio, inicio das Grandes Peregrinações Internacionais aniversárias em Fátima.

O Gabinente de Comunicação salienta que “o Santuário, em sintonia com a autoridade de saúde e com a Conferência Episcopal Portuguesa, recomenda a que as pessoas fiquem em casa. De resto, foi nesse sentido que logo no dia 14, menos de 24 horas depois da CEP ter suspendido as celebrações comunitárias, o Santuário iniciou um conjunto de transmissões, – duas missas e dois terços diários, de segunda-feira a domingo- de forma a levar Fátima aos nossos peregrinos que não podem agora deslocar-se ao Santuário.

Na resposta às nossas questões, foi revelado que “os números das nossas transmissões nas redes sociais, são esclarecedores do apreço que os peregrinos, seja em Portugal seja no mundo inteiro, têm por Fátima”, acrescentando que “entre 16 e 22 de Março, tivemos uma média de 2500 e 3500 subscritores em cada uma das celebrações no youtube e mais de 2 milhões de visualizações do nosso facebook.

Apesar da resposta que nos foi dada, fica por responder se vai ou não haver celebrações do 13 de Maio e fica por obter um comentário sobre o facto de pela primeira vez em muitos anos as celebrações do 13 de Maio não terem peregrinos.

Rui Lavrador

Iniciou em 2011 o seu percurso em comunicação social, tendo integrado vários projectos editoriais. Durante o seu percurso integrou projectos como Jornal Hardmúsica, LusoNotícias, Toureio.pt, ODigital.pt, entre outros Órgãos de Comunicação Social nacionais, na redacção de vários artigos. Entrevistou a grande maioria das personalidades mais importantes da vida social e cultural do país, destacando-se, também, na apreciação de vários espectáculos. Durante o seu percurso, deu a conhecer vários artistas, até então desconhecidos, ao grande público. Em 2015 criou e fundou o Infocul.pt, projecto no qual assume a direcção editorial.

Rui Lavrador has 6699 posts and counting. See all posts by Rui Lavrador

Rui Lavrador

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.