Seia, Coimbra, Montemor-o-Velho e Tomar: 14 detidos em grande operação contra o tráfico de droga

O Comando Territorial da Guarda, através do Destacamento Territorial de Gouveia, ontem, dia 3 de novembro, deteve nove homens e cinco mulheres, com idades compreendidas entre 31 e 59 anos, por tráfico de estupefacientes nos concelhos de Seia, Coimbra, Montemor-o-Velho e Tomar.

No âmbito de dois inquéritos que decorriam há seis meses, foi possível desmantelar duas redes que se dedicavam ao tráfico de estupefacientes em quatro concelhos dos distritos da Guarda, Santarém e Coimbra. Nesta operação, os militares da Guarda deram cumprimento a 28 mandados de busca, das quais 13 domiciliárias, onde foi apreendido o seguinte material:

· Dez veículos;

· Uma pistola cal. 6,35mm;

· Uma arma de ar comprimido;

· Três armas brancas;

· 3 310 euros em numerário;

· 29 telemóveis;

· Produto estupefaciente (cocaína e heroína) e vários objetos relacionados com o tráfico.

No decorrer da operação, foi possível apurar que um dos detidos se encontrava evadido de estabelecimento prisional, onde cumpria a pena de três anos de prisão efetiva pelos crimes de roubo e tentativa de homicídio e que um outro tinha um mandado de detenção pendente para pagamento de multa.

No seguimento das diligências policiais, foram ainda elaborados dois autos de notícia por contrafação, tendo sido apreendidos 152 artigos de vestuário e diversos perfumes com o valor total de 5 500 euros.

Os detidos permaneceram nas instalações da GNR, onde irão ser presentes hoje, dia 4 de novembro, ao Tribunal Judicial de Seia, para aplicação das medidas de coação.

A ação contou com o reforço do Destacamento de Intervenção (DI), da estrutura de investigação criminal do Comando Territorial da Guarda, do Grupo de Intervenção de Operações Especiais (GIOE), dos Comandos Territoriais de Coimbra e de Santarém e com o apoio da Polícia de Segurança Pública (PSP).

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.