TheFork revela aumento nas reservas de restaurantes. Saiba quais as localidades que mais cresceram

 

 

TheFork, a principal plataforma de reservas de restaurantes on-line na Europa, Austrália e América Latina, revelou que neste verão as reservas de restaurantes cresceram 55% face ao período homólogo do ano passado.

 

Os locais que mais aumentaram o número de reservas durante esta época, face ao verão de 2018, foram Santa Cruz, Setúbal, Açores, Olhão e Portimão. Em Santa Cruz o crescimento rondou os 600% e em Setúbal e nos Açores cerca de 300%, fruto da crescente digitalização do sector da restauração nas regiões em questão. De todas as zonas que mais cresceram, a região do Algarve foi aquela que onde se sentiu um desenvolvimento mais amplo com Olhão (202%), Portimão (160%), Loulé (82%), Faro (78%), Albufeira (66%), Carvoeiro (65%) e Monte Gordo (63%) a refletirem o impacto da época balnear. Destaque ainda para o Alentejo nas regiões de Portalegre (152%) e Évora (79%).

 

Lisboa concentra os restaurantes mais reservados do verão, tais como: o “Palácio Chiado”, o “Laurentina – Rei do Bacalhau”, o “Seen”, o “Contrabando Restaurante e Bar” e o “Bistro 100 Maneiras”, o “Espada”, o “Baía do Peixe”, o “Yakuza First Floor”, o “DesNorte”, o “Frade Dos Mares”, “The Decadente Restaurante & Bar”, o “Capitô à Mesa – Panorâmico”, a “Sala de Corte” e “A Casa do Bacalhau”. Exceção feita no Porto com destaque para o restaurante “Cafeína” que completa o top 15 de espaços mais reservados no verão de 2019. 73% do total das reservas foram feitas através da aplicação do TheFork.

 

O jantar continua a ser a refeição de eleição a nível nacional na plataforma do TheFork, correspondendo a 77% do total das reservas. 25% dos utilizadores já reservam as suas opções gastronómicas favoritas com 48h de antecedência. No que diz respeito ao preço médio da refeição reservada através do TheFork, este ronda os 27€.

 

Os dias com mais reservas continuam a ser sexta-feira e sábado (16% cada), porém neste verão reconhece-se uma aproximação da procura dos restantes dias ao longo da semana, nomeadamente: domingo e segunda-feira (12% cada), terça-feira (14%) e, por fim, quarta e quinta-feira (15% cada). Os tipos de cozinha que se destacam na eleição dos paladares dos portugueses são a cozinha portuguesa (30%), a internacional (10%) e a japonesa (7%).

 

É interessante avaliar como a digitalização e as aplicações têm desempenhado um papel fundamental no crescimento do sector da restauração em Portugal. Esperamos que as tendências do verão continuem ao longo do ano e que o melhor da gastronomia torne-se cada vez mais acessível a todos”, refere Sérgio Sequeira, Country Manager do TheFork em Portugal.

 

Está a decorrer a quarta edição do TheFork Fest até 3 de Novembro de 2019.  A iniciativa do TheFork disponibiliza mais de 200 restaurantes participantes com oferta de 50% de desconto em toda a carta em 9 regiões: Lisboa, Porto, Algarve, Funchal  Coimbra, Braga, Setúbal, Caldas da Rainha e Leiria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.